NiTfm live

Decoração

QuartoSala: a nova loja de Lisboa de mobiliário para ter uma casa de sonho

Neste espaço de 500 metros quadrados, o atendimento é totalmente personalizado.
Fica no Príncipe Real.

Estávamos em 2006 quando Clemente Rosado e Pedro D’Orey, 42 e 59 anos, abriram a primeira QuartoSala em Paços de Arcos, uma loja de design de mobiliário e decoração onde o atendimento é sempre personalizado. Seguiram-se mais dois espaços em Lisboa — na Rua da Boavista e na Casa Pau Brasil —, mas não ficaram por aqui.

A 8 de outubro, os dois sócios inauguraram a QuartoSala junto ao largo do Príncipe Real. Neste novo espaço com 500 metros quadrados há mobiliário e peças de decoração dignos de capa de revista internacional.

Há propostas para todas as divisões da casa.

“Aqui, os clientes encontram uma curadoria de marcas que estão habituados a ver em revistas, mas que não é comum estarem em exposição em Portugal”, explica à NiT Pedro D’Orey. Ele, tal como o sócio, acreditam que o mercado no nosso País está a mudar.

“Sentimos que cada vez mais as pessoas privilegiam a qualidade. Já não querem cópias, preferem comprar peças para a vida que um dia possam deixar aos filhos”, acrescenta. Depois de perceberem esta necessidade, os dois amigos fizeram uma seleção das marcas de design internacional que fazia sentido terem na loja.

São elas que estão harmoniosamente distribuídas pelos dois pisos deste novo espaço. Encontra, por exemplo, cadeiras e mesas de jantar da Knoll, criadas nos anos 60 por Warrer Platner; candeeiros dos anos 50 desenhados pelo francês Pierre Guariche; mobiliário escandinavo da Finn Juhl; uma edição limitada de fotografias de Fernando Guerra; e móveis e objetos da editora de design italiano Editions Milano.

Vende várias marcas internacionais.

“A exposição é aberta a todos, mas o atendimento é sempre super personalizado. Aliás, nós também somos uma empresa de aconselhamento. Não queremos que o cliente se precipite e dizemos-lhe sempre para ‘não comprar o sofá só porque se apaixonou’. Queremos primeiro saber qual é o investimento que as pessoas querem fazer e qual o espaço que têm. A partir daí há todo um trabalho a fazer”, conta à NiT.

Embora o nome escolhido para as lojas seja QuartoSala, não é apenas para estas divisões que há propostas. “Somos um espaço 360 graus. Temos desde cortinas a sofás, tapetes, sanitas e interruptores”, diz Pedro. 

Quanto aos preços, é sempre algo difícil de definir. “Fazemos projetos de decoração de acordo com o budget do cliente. Ele dá-nos um orçamento e nós gerimos de acordo com o que ele pretende. Pode, por exemplo, querer um sofá melhor e um tapete mais acessível.”

O atendimento é totalmente personalizado.

As coleções expostas, essas, “vão mudando organicamente”. “Eu e o Clemente sabemos perfeitamente o que vamos expor daqui a seis meses. Conseguimos antecipar as tendências e as marcas em que vamos apostar. Mas não funcionamos apenas com novidades, atenção. Temos, por exemplo, uns cadeeiros franceses incríveis dos anos 50 que foram desenhados por Pierre Guariche e que foram agora reeditados pela marca Sammode com o consentimento da família”, conclui.

A QuartoSala do Príncipe Real está aberta das 11 às 19 horas. Aos sábados fecha às 17 horas e não abre aos domingos.