NiTfm live

Decoração

IKEA deixou de vender artigos de plástico descartável

A notícia foi avançada pela cadeia sueca de mobiliário esta terça-feira, 7 de janeiro.
Um labirinto.

Os dados são, realmente, impressionantes. Em 2018, a IKEA reciclou 73 por cento do desperdício em todas lojas do Grupo Ingka, o maior franchisado da marca com 367 espaços físicos. Até 2030, a empresa sueca de mobiliário pretende terminar com a dependência de matérias-primas fósseis.

Esta terça-feira, 7 de janeiro, assumiu mais um compromisso sustentável: deixou de vender artigos de plástico descartável. Quer isto dizer que os objetos de utilização única, como palhinhas, talheres, copos e sacos do lixo foram substituídos por soluções feitas a partir de fontes 100 por cento renováveis. 

Estes artigos foram alterados não só dos espaços de restauração como da gama de decoração à venda em todas as lojas da empresa sueca.

Recorde-se que, em novembro, a IKEA lançou a Hantverk, uma coleção amiga do ambiente feita por mulheres de vários países pobres, como Jordânia, Índia e Tailândia. A ideia foi ajudar estas famílias a terem uma vida melhor.

Carregue na galeria para conhecer melhor esta linha eco friendly.