NiTfm live

Decoração

A melhor forma de se livrar da roupa que já não usa — sem se sentir culpada

A NiT falou com Rita Completo, a consultora de imagem que está a organizar vários workshops sobre este tema.
Semana da moda de Copenhaga.

Resumir o roupeiro a 30 peças pode parecer uma tarefa demasiado complicada para a maior das mulheres, porém, não é impossível. Rita Completo, consultora de imagem, vai revelar como isso se faz no workshop que está a organizar para 23 de fevereiro, no Espaço Self, em Oeiras.

“Cada vez existe uma maior preocupação das pessoas em escoar aquilo que não interessa. Elas mostram essa vontade, só não sabem como fazê-lo”, explica a especialista, de 38 anos, à NiT.

Provavelmente, quando pensamos em 30 peças até podemos achar um número considerável, mas se tivermos em conta que inclui tudo — desde casacos, a vestidos, jeans e sapatos —, torna a tarefa mais difícil.

“O desapego custa, mas depois de acontecer fica mais fácil. No workshop vou ajudar as pessoas a resumirem o roupeiro a 30 propostas essenciais e a tirarem o melhor partido delas com as combinações certas”.

Há oito anos, Rita também quis mudar de vida. Licenciada em Química, trabalhava num laboratório de análises clínicas. Certo dia, olhou ao espelho e não se sentiu feliz. “Tinha 30 anos mas não parecia, apesar de ter bom feitio e andar sempre bem disposta. Comecei por fazer vários cursos de maquilhagem, mas depois percebi que não era bem por aí.”

Na altura, uma amiga sugeriu que fizessem juntas um workshop de consultoria de imagem. “Lembro-me que teve um impacto muito grande em mim e comecei a interessar-me a sério pelo tema.”

Em 2013, tirou um curso intensivo na área e, depois de algum tempo a dedicar-se em simultâneo à consultoria e à química, despediu-se do sítio onde trabalhava. Desde esse dia que passa o tempo a aconselhar os outros sobre a melhor forma de cuidarem de si.

“Há pessoas com problemas de auto-estima graves. Ligam-me à procura de um personal shopping e eu explico-lhes que o meu trabalho é muito mais do que ir às compras. Muitas vezes vou a casa delas para, juntas, organizarmos o roupeiro, por exemplo”, conta à NiT.

À parte deste trabalho, Rita faz vários workshops como o que falámos no início do artigo. “A minha ideia não é mudar a essência de cada um, mas sim ajudar a fazer um detox ao armário. Eu sigo a linha de que 30 peças é o ideal. Depois o que cada um faz ao resto, se vende ou dá, isso é com ele.”

Para perceber melhor o que vai acontecer neste mini-curso que acontece a 9 de fevereiro, entre as 10 e as 12 horas (tem o custo de 20€ por pessoa), a NiT pediu à consultora de imagem que indicasse cinco dicas para ter um roupeiro-cápsula. Conheça-os a seguir.