NiTfm live

Moda

Zippy vai acabar com os sacos de plástico (e deixar de oferecer balões aos miúdos)

A marca garante, contudo, que irá ter alternativas mais amigas do ambiente.

Da próxima vez que for a uma das 30 lojas Zippy do País é bem provável que receba as compras dentro de um saco de papel. A marca portuguesa escolheu o Dia da Terra, que se celebra esta segunda-feira, 22 de abril, para anunciar que está a eliminar gradualmente o uso de plástico.

O projeto interno de sustentabilidade, porém, não se fica por aqui. Além da substituição dos sacos e envelopes de plástico por outros de papel reciclado, a Zippy já disponibiliza sacos de pano reutilizáveis e vai acabar com os balões que oferece aos miúdos.

Segundo a marca, nos produtos em que a eliminação total do plástico não for possível — como nos sacos para artigos de maior volume ou nas garrafas de água —, a Zippy “vai optar por alternativas mais amigas do ambiente, com soluções em que mistura plástico reciclado na sua composição”.

Recorde-se que, tal como a NiT anunciou, no dia 11 de abril foi aprovada por unanimidade  na Assembleia da República uma proposta que proíbe os supermercados de usarem sacos de plásticos a partir de 2020.