NiTfm live

Moda

As sapatilhas mais cool da nova coleção da Converse

Dos clássicos reinventados às parcerias com bonecas japonesas, há de tudo. A NiT escolheu os modelos que se destacam.
Os mais clássicos.

Quando em 1908, Marquis Mills Converse decidiu criar umas sapatilhas com sola de borracha, depois de ter dado uma valente queda, jamais pensou que dali a 100 anos a sua marca iria ser uma das mais conhecidas em todo o mundo.

Na altura, era gerente de um loja de desporto e o acidente de trabalho fez com que se despedisse e tentasse a sua sorte por conta própria. Fundou a empresa The Converse Rubber Company, em Malden, uma pequena cidade de Massachusetts, e passado um ano já tinha 15 funcionários a trabalhar com ele. 

Dois anos depois, a marca americana multiplicou os empregados para 360 e começou a produzir cerca de quatro mil pares de calçado por dia — que vendia para 14 representantes. O negócio corria bem e 1917 foi o primeiro grande ano da Converse, data em que foram lançados as originais All Star, umas sapatilhas em lona, com sola grossa e biqueira de borracha, ideais para a prática de basquetebol. 

As primeiras All Star.

Desde aí que este é um dos modelos mais vistos no street style. Embora não seja, de todo, o calçado ideal para o inverno, os fashion lovers pouco se importam. Continuam a conjugá-lo com puffers jackets, sobretudos e casacos de pelo, sem medos.

Os modelos de primavera/verão são, de longe, os mais adorados, mas a Converse tem-se esforçado por acompanhar as tendências e necessidades dos clientes. Por isso, lançou a 25 de fevereiro uns All Star à prova de chuva. Já para o Dia dos Namorados há um modelo em cabedal com frases românticas.

Mas há mais. A nova coleção da marca centenária está cheia de clássicos reinventados e a NiT escolheu os mais cool. Carregue na galeria.