Moda

Primark retirou esta T-shirt de “The Walking Dead” das lojas

Um cliente reclamou pelo conteúdo racista da peça e a marca acabou retirá-la das prateleiras.

Negan, o famoso vilão da série “The Walking Dead”, tem um ritual curioso antes de escolher a sua próxima vítima. Uma espécie de “Um, Dó, Li, Tá” em americano: “Eeny Meeny Miny Moe”. Só que, o que a maioria das pessoas não sabe é que da expressão também faz parte a frase “Catch a nigger [negro] by this toe”. Quando a palavra “nigger” foi considerada racista e ofensiva, a lenga lenga foi atualizada com a palavra “tiger” em vez de “nigger”.

Que um vilão sem escrúpulos, como Negan, a use (numa série de ficção), é aceitável. Que a Primark a estampe numa T-shirt, não. Pelo menos foi o que dois clientes da loja acharam.

Ian Lucraft e a mulher Gwen ficaram indignados quando encontraram esta peça na loja da marca irlandesa, em Sheffield, Inglaterra, e decidiram fazer queixa. “Ficámos em choque quando pegámos na nova T-shirt com um gráfico e texto explicitamente racista (…) É realmente ofensivo e só posso assumir que no processo de confeção as pessoas não se aperceberam da mensagem subliminar”, explica Ian ao “The Star“.

Além da frase, a T-shirt, que existe também em branco e sem o vilão na parte da frente, tem ainda um taco de basebol estampado que Negan usou num dos episódios para matar Glen.

“Esta imagem está diretamente relacionada com a prática de agredir negros na América (…) É uma agressão e uma ameaça racista. Se eu fosse negro e encontrasse alguém com isto vestido saberia exatamente a minha posição”, acrescenta Ian.

O cliente fez a queixa diretamente ao Chefe Executivo da Primark, Paul Marchant, que lamentou pelo sucedido.

A peça acabou por ser retirada das prateleiras.

Quero sugerir uma alteração ao texto ou enviar uma mensagem ao autor deste artigo  

outros artigos de moda