NiTfm live

Moda

Depois de muita polémica, Victoria’s Secret cancela desfile oficial de 2019

O evento acontecia todos os anos desde 1995, mas nas últimas edições foi muito criticado.
O formato deverá ser repensado pela marca.

Desde 1995 que a Victoria’s Secret organiza um desfile oficial do ano com as suas Angels — modelos bastante magras que vestem e apresentam a coleção da marca. Nos últimos anos, o facto de terem modelos tão magras, que não representam a maior parte das mulheres, foi super criticado nas redes sociais. 

Esta quinta-feira, 21 de novembro, a marca anunciou que, por causa de uma mudança de estratégia no marketing, decidiu cancelar o desfile de 2019. “Achamos que é importante evoluir o marketing da Victoria’s Secret”, disse o vice-presidente da empresa que detém a marca, Stuart B. Burgdoerfer.

E acrescentou: “[O desfile] foi uma parte muito importante da construção deste negócio, foi um aspeto importante da Victoria’s Secret e uma conquista notável de marketing. E com isso dito, estamos a descobrir como avançar no posicionamento da marca e melhor comunicá-la aos clientes.”

Nos últimos anos, o desfile da Victoria’s Secret estava a perder cada vez mais espectadores. Se em 2013 foi visto por 9,7 milhões de pessoas, no ano passado só houve 3,3 milhões de pessoas a assistir.

O desfile tornou-se um marco no mundo da moda — ser uma Angel era o topo de carreira para muitas supermodelos. Figuras públicas como Rihanna e Justin Bieber, entre outras, fizeram apresentações especiais para estes eventos.