NiTfm live

Moda

O novo macacão da Primark que vai querer usar a toda a hora

A proposta, com efeito de pele em preto, tem um modelo utilitário.

Já passaram mais de 10 anos, mas ninguém esquece o desfile da Prada em 2008. Sasha Pivovarova, a última manequim a surgir na passerelle, foi interrompida por um manifestante que protestava contra o uso de pele de animais.

A mensagem estava dada. No entanto, a maison só decidiu agir agora: a partir de fevereiro de 2020 deixa de usar peles nas suas coleções. Outras marcas como Chanel, Versace, Tom Ford, Maison Margiela e Diane von Furstenberg também já anunciaram que se tornaram mais sustentáveis. 

Para provarem esta mudança, têm lançado centenas de propostas com efeito pele (em alternativa ao cabedal). A tendência chegou também às fast fashion, como a Primark, que tem um macacão na coleção de primavera/verão nesse estilo.

A proposta tem modelo utilitário, é de mangas compridas e com cinto — que ajuda a definir a silhueta. Está à venda nas lojas físicas da fast fashion irlandesa por 30€.

A seguir, carregue na galeria para conhecer as calças de ganga que também são tendência este anos.