NiTfm live

Moda

Estas novas sapatilhas portuguesas são feitas com canábis

Pertencem à marca de calçado vegan Verney. A coleção é lançada na primeira semana de abril.
Cool.

No início de 2019, cinco ex-alunos da Universidade do Minho juntaram-se para criarem a Verney, uma marca portuguesa de calçado vegan. A primeira coleção foi um sucesso — afinal, as sapatilhas eram feitas de garrafas recicladas, cereais, bambu ou coco. 

Cerca de um ano depois, a empresa com sede na Póvoa de Lanhoso anuncia que a próxima coleção de primavera/verão 2020 vai ter sapatilhas, sandálias e botas feitas de canábis.

A única imagem divulgada.

“Gostamos de trabalhar com o lixo dos outros. A canábis é muito usada na indústria estética e farmacêutica e nós vamos usar esses materiais”, explica à NiT o cofundador Cristóvão Soares. “Encontrámos um fornecedor que trabalha com um tecido que mistura a canábis com algodão, fizemos o teste e ficou perfeito.”

A linha é lançada na primeira semana de abril e inclui também calçado feito com garrafas de plástico e maçãs. Segundo Cristovão, a coleção vai estar à venda “no site da Verney e nas lojas The Feeting Room de Lisboa e do Porto”. 

Haverá sandálias em três cores a 79,90€; sapatilhas brancas a 119,90€; e botas em duas cores a 129,90€.