NiTfm live

Moda

ASAE apreende 30 mil peças de roupa contrafeita

A fiscalização aconteceu numa fábrica de calçado e num armazém do Norte do País.
Estão a namorar.

Nos mercados e feiras, as bancas com peças de roupa e calçado falsificado têm-se multiplicado nos últimos anos. As páginas de Facebook dedicadas à venda de artigos contrafeitos também.

Desde 2013, a ASAE reuniu cerca de 27 milhões de euros em mercadoria falsificada. Valor esse que aumentou esta sexta-feira, 10 de maio, dia em que a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica concluiu uma investigação no Norte do País. 

Depois de a Unidade Nacional de Informações e Investigação Criminal (UNIIC) fiscalizar uma fábrica de calçado e um armazém, encontrou cerca de 30 mil peças de vestuário contrafeito, no valor de mais de 285 mil euros.

Segundo a ASAE, “além de nenhuma mercadoria possuir faturação associada, apurou-se ainda que os responsáveis recorriam a artigos originais, como matrizes a partir das quais elaboravam cópias ilícitas dos desenhos, modelos e etiquetas. Os produtos eram suscetíveis de enganar os consumidores, facilmente criando o erro de autenticidade”.

Como sempre, a autoridade não divulgou o nome da fábrica revistada.