NiTfm live

Moda

Alves/Gonçalves faz um elogio ao cool no primeiro dia do Portugal Fashion

A dupla propôs-se a devolver vida aos clássicos, recuperando peças adormecidas e conferindo-lhes a devida alegria. Nas palavras dos designers: "not trendy, but cool".

Portugal Fashion

Estamos perante a dupla mais anciã da moda portuguesa, e se a idade dá lugar à sabedoria, então a experiência devolve conhecimento. Dúvidas (ainda) houvesse, Manuel Alves e José Manuel Gonçalves — cujos apelidos dão nome à marca homónima —, voltam a comprovar o contrário.

Apresentadas no dia que assinalou o início da 40ª edição do Portugal Fashion, o evento nortenho que ruma hoje, 23 de março, ao Porto, as propostas da dupla e casal Alves/Gonçalves pretendem — sem qualquer tipo de pretensões — contrariar o conceito tendência, através da expressão “no trendy”, numa tentativa de desmistificar o clássico.

Dizemos “sem pretensões” já que é o próprio Manuel Alves que insiste “não estar aqui para agradar ninguém”. Mas agradou e dá-se com isso por muito satisfeito.

“Queremos puxar pela criatividade das pessoas”

Na conversa telefónica pós desfile com a NiT, Alves conta que esta foi uma coleção não premeditada que primou pelo ecletismo, com peças recuperadas feitas a pensar nas pessoas. Parecendo simples, é: o designer de 60 anos revela que foi na rua que encontrou inspiração.

“Por cá as pessoas ainda levam o vestir muito a sério, lá fora já se vêem camisas de mangas tão compridas que tapam as mãos, já se usam peças de maneiras menos óbvias ou certinhas”.

Trocado por miúdos, a promessa do dueto é fazer com que a nova geração comece a olhar para a moda com outros olhos: “Queremos puxar pela criatividade das pessoas.” Com o propósito de reconstruir o que, por norma, é considerado tradicional, a coleção faz-se de peças que misturam no mesmo metro quadrado de tecido mangas com zips, ou de visuais que casam materiais, à partida, opostos, como é o caso da ganga e da caxemira.

Na passerelle deambularam assim os mais variados tecidos, mas também diversos conceitos que, não chocando entre si, acrescentaram ao clássico uma nova ideia de modernidade.

Manuel Alves, 60 anos e José Manuel Gonçalves, 50, começaram a trabalhar juntos em 1984, altura em que decidem em parceria inaugurar duas lojas no Bairro Alto lisboeta. Um ano depois apresentam a sua primeira coleção no Palácio do Correio Velho, em Lisboa, e, desde então, têm vindo a mostrar regularmente as suas criações.

A dupla que conquistou o Globo de Ouro “Personalidade de Moda”, é igualmente conhecida por desenhar os uniformes de empresas como a Vodafone ou a TAP.

Conheça as propostas da dupla ao carregar na imagem.