Moda

Alfayate: a nova marca de urban wear é inspirada na História de Portugal

Diogo Santos deixou as multinacionais para criar roupa com padrões típicos portugueses.

Há peças para o menino e para a menina

Pegou no carro e foi de norte a sul do País. Bateu à porta de quase todas as associações. Perguntou pelos artesãos locais, foi ao encontro deles. Quis saber como é que as costureiras trabalhavam, como se tecelava e bordava. Estávamos em 2014 e, depois de cinco anos a trabalhar em multinacionais, Diogo Santos estava farto.

Queria mudar de vida e dedicar-se a algo de que gostava muito: a moda. “Não podia ser um projeto qualquer nem mais uma marca. Quis fazer algo que representasse Portugal e contasse a sua história. Por isso, nada melhor do que me pôr a par de todas as tradições do nosso País”, conta à NiT.

Foi um ano intenso. O jovem de 30 anos conheceu muitas pessoas, aprendeu a manusear agulhas — e até a adivinhar de que padrão se tratava através de uma pequena tira de tecido. 

Em 2015, chamou uma equipa para trabalhar com ele. Veio um designer, uma estilista e até alguns artesãos com quem se tinha cruzado. Era preciso alinhar diretrizes, criar protótipos, reinventar tradições, escolher peças e decidir coleções.

Agora, dois anos depois, surge a Alfayate, uma marca 100% portuguesa de urban wear.

“Eu sou o responsável, mas a marca não é só minha. É de todo um grupo que me ajuda todos os dias e que faz com que isto seja possível”, explica à NiT. No coletivo, há ainda Verónica Cristóvão que é estilista e Roberto Ferreira, artesão — “Também há a D. Sandra, que trata dos acessórios”.

Todos juntos criam peças, como T-shirts, leggings, hoodies, pólos ou lenços “com símbolos culturais portugueses” para homem e mulher. Por enquanto há quatro coleções inspiradas no traje à vianesa típico do Minho, no padrão de chita de Alcobaça e nas mantas de Minde feitas em teares. A quarta linha é dedicada à parte mais criativa da Alfayate.

Os preços das peças — que só estão, por enquanto, à venda online — rondam os 50€. Os pólos para homem são 59€ e as hoodies para mulher custam entre os 79€ e 89€. Já as leggings são 65€ e os lenços 85€.

Oiça a nova rubrica “NiT na M80”.

Carregue na imagem saber mais sobre a Alfayate.