NiTfm live

Lojas e marcas

Let’s Do Good: a nova marca de T-shirts que alerta para a prevenção de doenças

As estampas são irreverentes e pretendem chamar a atenção para o dignóstico precoce.
Conceitos irreverentes.

Francisco Prates é um especialista em Medicina Interna e Medicina Geral e Familiar. Apesar da atividade profissional que exerce não ter, à primeira vista, uma ligação com a moda, o médico decidiu lançar no dia 8 de julho uma marca de T-shirts.

Fanático da prevenção e do diagnóstico precoce, Francisco sempre acreditou que uma das grandes funções da comunidade médica é alertar e sensibilizar as pessoas para os factores de risco, prevenção e diagnóstico precoce das doenças mais ligadas aos estilos de vida e que mais matam, como as cardiovasculares e as oncológicas.

A marca Let´s Do Good surgiu assim como uma forma de apelar para um lifestyle mais saudável com alguma irreverência e através da roupa que vestimos no dia a dia.

“Além de alertarmos directamente os doentes nas consultas, a comunidade médica também fá-lo através dos meios de comunicação, das redes sociais e de ações de sensibilização nas comunidades em que se inserem. Foi numa dessas ações, em outubro de 2016, que eu e outro colega, entre palestras, atividades desportivas e distribuição de folhetos, nos lembrámos de fazer T-shirts alusivas aos dois tipos de cancro mais emblemáticos: o da mama e da próstata”, conta Francisco Prates à NiT.

Após desenvolver a ideia, por influência de familiares e amigos, passaram a produzir pequenas quantidades dos modelos e ofereceram para conhecidos.

Quando começaram a usar as peças nas ruas, chamaram a atenção de quem passava por eles e discutiram os temas com os estranhos interessados no assunto.

Após receber críticas, a t-shirt foi retirada do site da marca.

“Em fevereiro, estive três dias em Londres propositadamente para passear vestindo as t-shirts e ver as reações. Nos transportes, nas ruas mais movimentadas e nos mercados de Camden, Covent Garden e Portobello, pessoas de todas as idades e estratos sociais perguntaram-me onde poderiam comprá-las e muitas delas falaram abertamente dos temas exibidos, incluindo do suicídio”, explica.

A experiência acabou por incentivar o médico a lançar a loja virtual Let Do Good. A divulgação inicial foi feita apenas no Facebook da marca, mas ainda assim recebeu dezenas de encomendas do Reino Unido.

As T-shirts são produzidas em parceria com a Maudlin Merchandise, uma empresa têxtil sediada em Aveiro. Os desenhos irreverentes são idealizados pelo próprio Francisco.

A ideia da imagem a rasgar a roupa também foi minha e pretende simbolizar a energia das ideias e o romper de preconceitos. Tudo isto é depois trabalhado por um designer meu amigo”.

As fotografias estampadas nas T-shirts remetem a temas como bullying, violência doméstica, cancro de próstata e de mama. Até agora são nove tipos diferentes e todas elas custam 15,99€.

Para chamar a atenção sobre a prevenção do cancro de próstata.