NiTfm live

Lojas e marcas

Manimal: a nova marca portuguesa de móveis minimalistas para os cães lá de casa

Chegou finalmente uma linha elegante para animais que pode conjugar com as outras peças da sala.
A pose do Sven.

Naquela manhã, os flashes não intimidaram Sven, o bulldog francês de dois anos. Com porte atlético, orelhas em pé e ar aluado, foi o modelo perfeito durante as três horas que durou a sessão de fotos para a Manimal, a nova marca portuguesa de mobiliário para cães.

“Ele é super divertido e porta-se lindamente. Só precisávamos de pô-lo no sítio certo que a sua postura fazia a fotografia”, conta à NiT Diogo Camilo, 32 anos, um dos fundadores do conceito. Apesar de Sven ter sido a estrela, no dia anterior já os cães deste arquiteto e do sócio e amigo Miguel Arruda, com a mesma idade, tinham posado.

Afinal, não havia maneira mais correta de mostrar ao mundo a primeira coleção da marca, que inclui camas e casas minimalistas para os animais, se eles não aparecessem nas imagens. “Criámos um grupo nas redes sociais com amigos próximos. Dissemos que precisávamos de cães para a sessão. Um deles mostrou-nos logo este bulldog”, conta.

Para contar o início desta história é preciso recuar até 2008, altura em que os dois amigos estudavam juntos Arquitetura, no Instituto Superior Técnico, em Lisboa. “Estávamos a fazer uma cadeira sobre o efeito que a arquitetura tem nas pessoas. Na altura, o Miguel comentou que tinha um hamster, o Zeca, que vivia numa gaiola sem graça. Tinha comedouro, bebedouro, tudo bem, mas faltava-lhe a parte estética.”

Diogo e o colega decidiram, então, começar a desenhar casas para os animais que fossem mais bonitas e de bons materiais. Entretanto terminaram o curso, começaram a trabalhar e a ideia não saiu do papel. Sempre que estavam juntos, voltavam a falar nisso, mas nada mais.

Há em dois tamanhos.

Até que há dois anos decidiram passar para a parte prática. Montaram uma pequena oficina em casa de outro amigo (que entretanto já mudou de sítio), compraram ferramentas e definiram a ideia final: casas e camas para cães que não fossem apenas mais uma peça de mobiliário, na maior parte das vezes sem ter nada a ver com a restante decoração.

Os dois sócios tinham a destreza necessária para o desenho. Faltavam-lhes, porém, algumas estratégias de gestão e comunicação, bem como as pessoas certas para criarem as peças. “Tivemos de definir estratégias, encontrar uma fábrica de confiança, entre outras coisas”, explica Diogo à NiT.

Para ajudar em toda essa parte e, também, para “dar um toque feminino à marca”, juntou-se Lorena Masó, 35 anos, arquiteta e mulher de Diogo. “Conhecemo-nos numa pós-graduação em Itália e depois casámos. Ela interessou-se pelo projeto e era a parte que faltava”, diz o arquiteto.

Depois de tudo tratado, era o momento de lançar oficialmente a Manimal, em dezembro de 2018. “O nome surgiu de uma discussão de ideias. Mostra a proximidade do homem (em inglês, men) com o animal. No fundo, é isso que queremos com as nossas peças. ‘Manimal’ também é associado ao minimalismo. E as nossas propostas têm um design minimalista”, explica à NiT.

Pode escolher a cama em três cores.

Para começar, a marca centra-se em duas vertentes: as casas e as camas. Ambas são feitas de madeira certificada “para não comprometer a pegada ecológica”. Além disso, as segundas têm algodão e espuma de fibras vegetais. “Conversámos com alguns veterinários, que nos explicaram que muitos cães são hiper-alérgicos por causa da espuma das camas que usam. Quisemos garantir que, aqui, isso não acontece.”

Todas as propostas estão à venda online e em três lojas físicas em Lisboa: na Boa Safra, uma na LX Factory e outra na Embaixada; e na Sal Concept Store, na rua de São Paulo. Pode comprar as casas em tamanho S (440€) ou M (610€). Já as camas custam 150€ (tamanho S) e 210€ (tamanho M). É possível escolher qualquer acessório em três cores: cinzento, verde ou tijolo.

Quem manda nisto tudo?

Nome: Diogo Camilo
Idade: 32 anos
Profissão: Arquiteto
Peça favorita: A casa
Guilty pleasure: Dar um mergulho no mar a meio do dia.
Convença-nos a comprar uma peça: O nosso propósito é fortalecer a ligação entre animais e pessoas através do design. Como resultado, conseguimos peças únicas de mobiliário que se adequam ao seu animal de estimação e à sua casa.