NiTfm live

Lojas e marcas

Mango vai doar percentagem das vendas das lojas de rua à OMS

Durante os próximos dois meses, 1% do lucro reverte para grupos e sistemas de saúde mais precários.
Marca espanhola.

Ao longo deste mês, as lojas físicas da Mango vão abrir gradualmente — as de rua com espaço até 400 metros quadrados, por exemplo, podem fazê-lo a partir de 18 de maio. Para continuar a ajudar no combate à Covid-19, a marca espanhola anunciou que vai doar uma percentagem do valor das vendas que fizer nestas lojas à Organização Mundial de Saúde. A iniciativa acontece nos próximos dois meses e, segundo a empresa, um por cento das receitas de centenas de espaços físicos será dado ao fundo COVID-19 Solidarity Response Fund.

A ideia é apoiar grupos e sistemas de saúde mais precários. O projeto começa a partir do dia em que os espaços físicos da Europa, Rússia, Turquia e Nova Iorque, nos EUA, reabrirem.

Recorde-se que a Mango, em finais de março, doou dois milhões de máscaras a diversos hospitais de Espanha, através do Ministério da Saúde. A marca colocou também à disposição das autoridades a sua capacidade logística de distribuição e produção, além de ter confeccionado cerca de 13 mil batas para equipas dos serviços de saúde.