NiTfm live

Lojas e marcas

Compras online: as marcas que estão com saldos (e oferecem os portes de envio)

Em pleno surto de Covid-19, e com o País em estado de emergência, todas as lojas físicas já fecharam.
Prepare a carteira.

Desde sexta-feira, 19 de março, que todas as lojas de roupa, calçado, bijuteria e decoração estão fechadas em Portugal. Muitas delas tomaram esta decisão no início da semana; as outras foram obrigadas a fazê-lo após o governo decretar o estado de emergência devido ao surto de Covid-19 — que numa primeira fase termina a 2 de abril.

Nesta altura há milhares de portugueses em casa, por isso em alternativa aos passeios aos centros comerciais, por exemplo, podem passar algum tempo a ver e comprar propostas pela Internet. Afinal, numa altura tão angustiante como esta comprarmos aquilo que mais gostamos pode funcionar como terapia.

As marcas, tendo noção da possível baixa de vendas que vão ter nos próximos tempos, estão a apostar em várias novas diretrizes online. Há quem faça saldos flash, como a Bimba Y Lola ou Mango; ofereça todos os portes de envio; ou aumente o prazo de devolução dos artigos para o dobro.

Para que não perca muito tempo à procura das melhores propostas, a NiT fez uma lista daquelas que mais vale a pena. Tome nota.

Zara: Como as entregas nos espaços físicos estão temporariamente indisponíveis, os portes de envio de todas as encomendas passaram a ser gratuitos. Quanto às encomendas que já foram feitas para serem levantadas em loja, os clientes têm duas opções: aguardam que tudo volte à normalidade ou cancelam o pedido no site. O prazo de devolução também foi alterado. Agora, tem 30 dias a partir do momento que os espaços físicos reabrirem para fazer as trocas.

Mango: site da fast fashion está com saldos relâmpago, ou seja, tem centenas de peças com descontos até aos 50 por cento. Os artigos em promoção pertencem à coleção de meia-estação e são para homem, mulher e miúdos. Há casacos, jeans, vestidos, camisolas, sapatos e acessórios muito mais baratos. Quem fizer uma encomenda superior a 30€ não paga portes de envio.

Bimba Y Lola: Há dezenas de propostas no site com descontos até aos 75 por cento. Quer isto dizer que encontra carteiras, mochilas, sapatos, bijuteria, acessórios e roupa a menos de metade do preço. Outra boa notícia: a marca espanhola criada pelas sobrinhas de Adolfo Dominguez oferece os portes de envio e aumentou o período de devoluções para dois meses — antes era apenas de 30 dias.

Bershka: As promoções nesta fast fashion chegam aos 40 por cento em propostas como casacos, jeans, blusões, vestidos, carteiras, sapatos e jeans. Além disso, os envios são grátis para todas as encomendas e o prazo de devolução é de 30 dias.

Stradivarius: A marca espanhola adicionou uma categoria ao site que se chama Special Prices. Lá, encontra dezenas de artigos com descontos que vão até aos 40 por cento. A entrega das encomendas é grátis e o prazo de devolução é de 60 dias para compras feitas a partir de 18 de fevereiro.

H&M: A fast fashion sueca foi das primeiras a fechar portas. Agora, tem uma secção na loja online com descontos até 15 por cento. Oferece os portes e os clientes podem devolver as encomendas até 100 dias.

Zippy: Se precisar de roupa, calçado ou acessórios para os miúdos saiba que a marca portuguesa está com envios grátis das encomendas e um período de devolução de 60 dias.

Douglas: Até às 23h59 deste domingo, 22 de março, a cadeia de cosméticos está com 25 por cento de desconto em tudo. Oferece ainda os portes de envio.

Hiper Centro do Móvel: Além de decidir apostar em força na loja online, resolveu baixar o preço de vários produtos, desde móveis a colchões. Esta esta empresa portuguesa está também está a oferecer 100€ em compras online, exceto artigos em promoção, até 31 de março. Basta colocar o código “vale100” antes de realizar o pagamento, sendo que a oferta é válida para compras superiores a 1000€. Os portes são gratuitos para encomendas entre a grande Lisboa e o Algarve.

IKEA: A cadeia sueca de móveis tem, claro, as lojas temporariamente fechadas. Contudo, dá a hipótese de os clientes comprarem online e irem buscar a encomenda gratuitamente aos parques de estacionamento.