Lojas e marcas

A nova versão do famoso saco azul da IKEA não é azul

A cadeia sueca chamou Virgil Abloh, diretor criativo da Off-White, para lhe dar um look mais moderno.

Os famosos sacos IKEA são tudo menos cool.

Começou por ser um simples saco para as dezenas de coisas que são impossíveis de ignorar na IKEA, mas depressa se transformou no melhor amigo de todas as pessoas que lavam a roupa na lavandaria — ou dos jovens adultos que a despacham para casa da mãe. 

A marca sueca conhece a importância que o clássico saco tem nas nossas vidas, por isso decidiu renovar o look — e não, não pediu ajuda à Balenciaga. Aliás, depois de a marca francesa ter feito uma imitação absurdamente cara do saco azul, o mais próximo que a IKEA teve dessa versão foi quando publicou uma resposta formal à imitação.

O autor da intervenção aos sacos oficiais foi Virgil Abloh. O diretor criativo da Off-White esteve no início de junho na conferência “IKEA Democratic Design Days” como orador — foi nessa altura que a marca sueca aproveitou para anunciar a parceria com o designer.

Numa publicação no Instagram ofical IKEA, Abloh já falou sobre o assunto e explicou, em vídeo, a importância da parceria, mostrando que esta colaboração é uma forma de expor a sua opinião sobre o saco azul, tornando-o numa peça única.

O novo acessório ainda não está à venda, mas já se sabe como vai ser. O criativo pôs de lado o azul vivo, trocando-o por um amarelo torrado — e escreveu a palavra “sculpture” (escultura). Resta saber se esta versão também vai custar apenas 70 cêntimos.

Virgil Abloh e o novo saco
Quero sugerir uma alteração ao texto ou enviar uma mensagem ao autor deste artigo