NiTfm live

Beleza

Alerta, beleza: a temível permanente está de volta

Julia Roberts e Sarah Jessica Parker tornaram-se musas inspiradoras deste visual durante os anos 80.

Quem nasceu durante os anos 80 recorda, com certeza, as enormes cabeleiras da mãe, da prima e da tia-avó, repletas de caracóis. Na altura, o penteado era tratado como uma obra de arte.

As musas inspiradoras eram nomes como Sarah Jessica Parker ou Julia Roberts. As estrelas de cinema exibiam gigantescas permanentes, com proporções por vezes incontroláveis. Eram fotografadas em todos os eventos a que iam e a quantidade de laca era tanta que nem o vento fazia o penteado esvoaçar.

A moda pegou até aos anos 2000, altura em que os caracóis foram substituídos por alisamentos e as permanentes passaram para o fim do preçário dos cabeleireiros — muitos dos recentes hairstylists, por exemplo, nem sugeriam a tendência.

Acontece que, tal como na moda, também a indústria da beleza passa por um processo cíclico. Nos Óscares de 2017, Halle Berry deu o primeiro sinal de que os vistosos caracóis podiam estar de volta, mas só nesta temporada é que chegou a confirmação.

As Semanas da Moda, além de mostrarem tudo aquilo que se vai usar na temporada seguinte, servem para dezenas de profissionais de beleza exibirem as novas tendências da sua área.

Halle Berry.

Foi o que aconteceu na passerelle da Gucci e da Dior, em Paris, no desfile de setembro de 2018. Vários manequins surgiram com fortes e curtas cabeleiras, muito ao estilo dos anos 80.

Também a Zara decidiu seguir a tendência e contratar a argentina Mica Argañaraz como o rosto principal das campanhas para 2019. A modelo, conhecida por desfilar para a maison Yves Saint Laurent, ostenta a permanente em todas as fotos.

Mica Argañaraz.

Este é um visual que requer cuidados. Os caracóis são difíceis de definir e são precisos alguns produtos para mantê-los naturais. Para ajudar com essa parte, a NiT juntou opções perfeitas para quem quer usar permanente. Carregue na imagem para conhecê-las.