NiTfm live

Beleza

Os sabonetes vegan que deixam a pele hidratada (e a cheirar bem)

A NiT sugere propostas livres de químicos que não são envolvidas em plástico. Ou seja: totalmente amigas do ambiente.
Imagem ilustrativa.

Conta a lenda que a palavra sabonete teve origem no Monte Sapo, próximo de Roma, Itália. A certa altura, os animais eram oferecidos em sacrifício para os deuses. A gordura dos bichos era misturada com madeira queimada e, quando escorria para o solo perto dos rios, as mulheres aproveitavam para lavarem as suas roupas.

Histórias à parte — afinal, pode mesmo não passar disso: de uma história — a verdade é que passámos a nossa infância a ver as avós dizerem que não há nada melhor do que o sabão azul e branco. Este produto é capaz de tirar as nódoas mais vincadas e deixa a pele (e o cabelo) com um aspeto totalmente saudável.

Há tantas mulheres a concordarem com esta afirmação que, em substituição deste cosmético, só usam sabonetes. Este mundo é imenso — há centenas de marcas a apostarem em produtos com vários cheiros, tamanhos e até texturas —, mas nos últimos tempos uma tendência tem-se destacado: a dos sabonetes vegan.

Livres de químicos e sem qualquer produtos de origem animal, estes produtos também não são envolvidos em plástico, ou seja, são totalmente amigos do ambiente. Há opções feitas de algas, flores ou frutos que, além de hidratarem a pele, deixam-na cheirosa.

A seguir, carregue na galeria para conhecer as nossas sugestões.