NiTfm live

viagens

Uma viagem para as Caraíbas por 949€? Sim, e ainda ajuda Moçambique

As reservas podem ser realizadas de 13 de maio até 7 de junho.
Vai uma escapadinha à Riviera Maya?

Deixe-nos adivinhar: passou tanto tempo a hesitar entre destinos e orçamentos de férias que ainda não reservou nada. E como agora já parte do princípio que os preços deverão estar incomportáveis, vai adiar outra vez aquele destino exótico para o próximo ano. Mas não tem de ser assim. A agência de viagens TopAtlântico lançou uma campanha de promoções onde ainda encontra pacotes em conta para as próximas férias grandes.

A partir desta segunda-feira, 13 de maio e até 7 de junho, as lojas e o site da agência têm descontos e ofertas exclusivas para os próximos meses. A campanha, que tem uma vertente solidária, contempla os destinos de praia mais procurados pelos portugueses.

Encontra o Algarve a partir de 48€ por noite ou Porto Santo desde 460€, por exemplo. Fora do País, há promoções para as Ilhas Espanholas desde 384€, praias na Europa desde 560€, praias em África desde 386€, ou praias das Caraíbas a partir de 949€. Destinos incríveis e exóticos como as Maurícias, Maldivas ou Tailândia começam nos 1064€.

Finalmente, quem procura opções de destinos mais culturais na Europa, encontra ofertas desde 748€ — e existem ainda promoções para cruzeiros pelo mediterrâneo, Caraíbas e extremo oriente. Alguns têm oferta do valor da tarifa dos miúdos, pacotes de bebidas e crédito a bordo. Há ainda cruzeiros com partidas de Lisboa e com voos incluídos.

A NiT testou alguns valores e encontrou um pacote para Maiorca, em Espanha, no final deste mês de maio, onde uma semana fica por 485€. Se prefere viajar em junho, paga 572€. Em ambos os casos, o pacote inclui voos de ida e volta e Lisboa e sete noites de estadia.

São Tomé no final de setembro está a 727€. E isto já com voos, taxas, seguros, alojamento e pequeno almoço. Se prefere ir à Riviera Maya, encontra pacotes a partir de 993€. Todos os lugares e valores são dinâmicos e limitados às vagas existentes.

A nova campanha doará ainda 5€ para a causa de Moçambique: por cada reserva, este valor será entregue através da Unicef ao esforço de reconstrução.