NiTfm live

viagens

Saiba tudo o que a Uber está a preparar para os próximos anos

Barcos táxi, helicópteros e carros que se guiam sozinhos são algumas das inovações que a empresa de transportes tem na manga. 

Carros que voam? É o futuro.

Em 2014 a forma como viajamos começou a mudar. Foi a 4 de julho desse ano que a Uber chegou a Portugal e, desde então, a aplicação já foi descarregada mais de um milhão de vezes. Desde então que a empresa tem estado envolvida em polémicas pelos mais diversos motivos. Em Londres, inclusive, perdeu a licença para trabalhar, em setembro de 2017.

Apesar de tudo, tem sido umas das empresas de transportes que mais inovou nos últimos anos. Durante a edição de 2017 da WebSummit era possível fazer viagens partilhadas através do sistema UberPOOL, depois de a funcionalidade já ter sido testada em festivais de verão e no evento de start-ups de 2016.

Em dezembro, chegou uma outra novidade a Portugal, a UberEATS. O serviço de entrega de refeições da empresa norte-americana começou a funcionar com mais de 40 restaurantes aderentes na zona de Lisboa, e tem estado a expandir gradualmente o serviço com novos parceiros. Já em 2018, e para começar bem o ano, os carros da Uber começaram a circular em Braga.

Apesar de todas estas inovações parecerem incríveis para os portugueses, se pensarmos que já existem países onde é possível chamar um barco através da Uber, o caso muda de figura. O serviço chama-se UberBOAT, e desde o verão de 2017 que liga as regiões de Split, Hvar e Dubrovnik e vai competir com outras empresas de ferries da região. Vai ter uma outra opção, que permite passar o dia no barco a viajar pelas três zonas croatas e conhecer algumas das ilhas do país. 

Mas a empresa tem muito mais truques na manga para os próximos anos. Helicópteros que funcionam como táxis, carrinhas de transporte que andam sozinhas, carros sem condutor e, num futuro próximo, a Uber quer que todos os seus carros sejam híbridos ou elétricos em alguns países. 

Carregue na imagem para saber todas as inovações que pode esperar da Uber nos próximos anos.