NiTfm live

viagens

Trabalhadores de terra da TAP em greve a partir de quarta-feira

Paralisação surge porque a companhia terá reduzido o valor das despesas de deslocação.
Greve sem data para terminar.

O Sindicato dos Trabalhadores de terra da TAP avançou com um pré-aviso de greve para esta quarta-feira, 27 de fevereiro. O protesto, ainda sem data para terminar, é contra as alterações ao regulamento de deslocações em serviço e ao seguro de saúde.

Segundo o sindicato disse à Lusa, citado pelo “Sapo 24“, a greve aplica-se aos trabalhadores de terra todo o trabalho fora da base. E acontece porque a TAP alterou o valor pago a uma parte dos funcionários nas deslocações que têm que fazer em serviço, reduzindo-a em 50 por cento. Segundo o sindicato, com esta mudança, por exemplo, a diária no Brasil passou de 80€ para 40€.

A mesma fonte explicou ainda que a TAP fez alterações no seguro de saúde, que se traduziram em condições menos vantajosas para os trabalhadores, sobretudo com impacto no seu agregado familiar. Este tinha, até agora, condições iguais às do funcionário. O sindicado terá pedido mais reuniões à TAP para negociar a questão, mas está à espera de resposta.