NiTfm live

Viagens

Temperatura atingiu o valor mais elevado de sempre na Antártida

Esta quinta-feira, 6 de fevereiro, o termómetro ultrapassou os 18 graus, o valor mais alto da história.
A situação é preocupante.

Foi o dia mais quente de sempre na Antártida, pelo menos desde que há registo. Na quinta-feira, 6 de fevereiro, os termómetros chegaram aos 18,3 graus Celcius no norte da Península, revelou esta sexta-feira, dia 7, a Organização Metereológica Mundial (OMM). O valor, segundo a entidade ligada às Nações Unidas, constitui um novo recorde preocupante.

Segundo a OMM, citada pelo “Euronews”, os valores foram registados pela estação de pesquisas argentina Esperanza e são oito décimas mais elevados do que o antigo recorde, de março de 2015. “O registo parece estar, provavelmente, associado (no curto prazo) ao que chamamos de um evento ‘föhn’ regional sobre a área: um rápido aquecimento de ar que desce uma montanha”, explicou Randal Cerveny, especialista daquela organização.

De acordo com o mesmo especialista, a temperatura alcançada na quinta-feira permite ter uma maior perceção dos efeitos do aquecimento global “numa das fronteiras mais longínquas da Terra”. A OMM avança que houve uma redução de cerca de 87 por cento do gelo no litoral ocidental da Antártida nas últimas décadas. Uma situação que se agravou muito, refere o mesmo organismo, nos últimos 12 anos.

A OMM recorda ainda que que a Antártida é uma das regiões que mais tem aquecido em todo o planeta, tendo registado um aumento médio das temperaturas na ordem dos 3 graus Celsius ao longo dos últimos 50 anos.