NiTfm live

viagens

Ryanair vai baixar as tarifas quando se atrasa e ter aviões mais espaçosos

Low cost revelou as novidades para este ano no campo do serviço ao cliente: preços, atrasos, condições de reservas e conforto.
Há novidades para 2019.

É a companhia que transporta mais passageiros na Europa, uma das que tem mais rotas e dos preços mais baixos no mundo. Porém, é também uma das transportadoras com a qual os clientes se mostram mais insatisfeitos. Entre greves e disputas sobre indemnizações, 2018 foi um ano difícil para a Ryanair — a low cost irlandesa voltou mesmo a ser eleita, pelos consumidores do Reino Unido, a pior companhia para voos de curta-duração do mundo.

2019 é um novo ano e a empresa está a apostar tudo para mudar a má reputação. Esta quinta-feira, 14 de fevereiro, a Ryanair revelou as melhorias para os próximos meses em termos de serviço ao cliente.

As novidades traduzem-se em mudanças nas tarifas, políticas de atraso e de alterações e até conforto e preocupações ambientais.

No campo dos preços, a companhia aprimora as regras: se encontrar uma tarifa mais baixa até três horas após efetuar a reserva, ela devolve a diferença e ainda lhe acrescenta mais 5€ de crédito na conta MyRyanair.

Quanto à pontualidade, com um objetivo de 90% para cumprir, excluindo casos excepcionais, se este não for alcançado num determinados mês, a companhia baixas as tarifas no mês seguinte, em 5%.

Vêm também aí novos aviões: as aeronaves Max “Gamechanger” começam a chegar em abril e têm novos interiores, mais espaço para pernas e mais lugares. E têm ainda melhorias do ponto de vista ambiental. A Ryanair reafirma a criação de um programa de compensação de emissões de carbono e o compromisso de ter voos livres de plástico não reutilizável em cinco anos.

Noutras novidades, este ano os pedidos de compensação EU261 passam a ser processados em 10 dias. A empresa vai ter também um novo apoio ao cliente 24 horas por dia e garante a conexão da chamada em apenas dois minutos.

Estão ainda prometidas melhorias digitais, a app mais rápida e um novo programa para passageiros frequentes, que inclui reserva de assentos gratuita, “fast-track” e Embarque Prioritário. Finalmente, o período para efetuar gratuitamente pequenas alterações à sua reserva, como por exemplo, mudança de nome, passa para 48 horas.

A companhia promete ainda continuar, em 2019, a “aumentar a oferta, tráfego e rotas”.