Viagens

Qual é a forma correta de dar um aperto de mão em 14 países?

Nos EUA diz-se o nome e aperta-se com força, no Reino Unido depois do cumprimento é preciso afastar-se.

Não vale a pena arranjar problemas.

Achava que era só chegar e estender a mão? Apertar com a força que lhe apetecesse naquele momento? Cumprimentar quem estivesse mais a jeito, fosse homem ou mulher? Era bom que a vida fosse assim tão simples. De fronteira em fronteira, não é apenas a língua, a moeda ou as roupas que mudam — o aperto de mão também pode ser completamente diferente.

Cumprimentar uma pessoa tem muito que se lhe diga. Nos EUA é importante dizer o nome e apertar com firmeza a mão. Pelo contrário, no Reino Unido exige-se alguma leveza no toque — e um distanciamento rápido logo a seguir. Na Austrália as mulheres esticam a mão primeiro aos homens e nunca o fazem com outras mulheres, nos Emirados Árabes Unidos cumprimenta-se sempre primeiro a pessoa mais velha.

São muitas, muitas regras. Para simplificar tudo, mostramos-lhe exatamente o que deve fazer, como deve fazer e quando o deve fazer. Pois é, apertar a mão é uma verdadeira ciência.

Carregue na imagem para descobrir qual é a forma correta de dar um aperto de mão em 14 países.

Quero sugerir uma alteração ao texto ou enviar uma mensagem ao autor deste artigo