NiTfm live

viagens

Pára tudo: parque temático de “A Guerra dos Tronos” abre na primavera de 2020

Milhões de fãs vão poder visitar locais que serviram de cenário à série — de forma imersiva, completa e numa escala inédita.
Vai ser incrível.

A saga mais popular dos últimos tempos inicia a sua última temporada já no próximo dia 15 de abril, mas o seu legado perdurará. Não só na memória dos milhares de fãs que acompanharam “A Guerra dos Tronos” durante mais de oito anos, mas literal e fisicamente. Isto porque foi confirmada a abertura de uma mega atração turística na Irlanda, dedicada ao fenómeno. E até já há data para poder visitá-la: a partir da primavera de 2020. 

Segundo o “The New York Times“, a HBO está a transformar um dos ex-estúdios de gravações da série na Irlanda do Norte numa atração com mais de 10 mil metros quadrados. O Game of Thrones Studio Tour será uma exposição interativa dos cenários de filmagens, com figurinos, armas e outros acessórios da produção. Incluirá exibições interativas e imersivas que mostram e explicam todos os segredos e detalhes de como a magia foi feita, como tudo aconteceu. E tudo isto enquanto partilha espaços reais onde Jon Snow e Daenerys andaram.

Em outubro do ano passado, a produtora já tinha avançado esta possibilidade, e a NiT explicou-lhe então tudo o que se sabia. Na prática, todas as principais localizações da Irlanda do Norte vão ser num futuro próximo transformadas numa espécie de mega parque turístico que deverá chamar-se “Game of Thrones Legacy”.

Isto quer dizer que, pela primeira vez, os fãs vão poder visitar alguns dos locais que serviram de cenário às cenas e histórias mais icónicas da série, como Winterfell, Castle Black e Kings Landing, de forma completa e organizada pelos produtores da série.

A primeira tour — está agora confirmada e com data de abertura para 2020 —, será no Linen Mill Studios em Banbridge, a cerca de 40 quilómetros a sudoeste de Belfast, onde cenas dos castelos Winterfell e Castle Black e várias batalhas no mar foram filmadas. 

Incluirá os sets e adereços reais de todo o universo dos “Thrones”, que serão reconstruídos e restaurados para os visitantes pelas mesmas equipas de construção e artistas que trabalharam no programa.

O projeto, inspirado na tour imersiva de Harry Potter da Warner Bros. em Londres, será assim o primeiro de outros quatro ex-locais de filmagens da série na Irlanda do Norte previstos para serem transformados em experiências para os fãs. Os detalhes dos outros ainda não foram finalizados, mas as possibilidades incluem os sets ainda pendentes para King’s Landing, em Belfast, onde a produção foi baseada, e Castle Black e A muralha, numa pedreira fora da cidade.

Até agora, já era possível visitar alguns destes locais, em excursões organizadas pelo Turismo da Irlanda do Norte ou até por entidades privadas. Havia ainda banquetes, tours de autocarro, torneios de arco e flecha, mas tudo com acesso limitado. E também já havia experiências pontuais de “A Guerra dos Tronos” promovidas pela produtora, como mega concertos ao vivo e uma exposição itinerante. 

Mas o que a HBO promete agora é sem precedentes: nos locais das filmagens vai conseguir conhecer a fundo não só os cenários, mas também encontrar exibições de fatos, adereços, armas, decorações, arquivos de arte, modelos, exposições e outros materiais de produção. Mais: será instalado conteúdo digital e materiais interativos.

Tudo será concebido “numa escala maior do que qualquer coisa que o público já viu”, garantiu em outubro a HBO. São, diz a operadora de cabo, “a primeira oportunidade para o público pisar alguns dos locais mais emblemáticos da série e sentir-se atrás da lente, para ver como o maior programa de TV do mundo foi feito”.

“A HBO está entusiasmada em celebrar o trabalho da equipa criativa e da produção de ‘A Guerra dos Tronos’, reservando esses locais e convidando os fãs a visitar a Irlanda do Norte e explorar Westeros pessoalmente”, disse então Jeff Peters, vice-presidente do licenciamento da HBO. “A oportunidade de celebrar o papel fundamental da Irlanda do Norte na vida e legado do programa e de compartilhar a sua cultura, beleza e calor também é uma grande inspiração por detrás destes projetos Legacy”, concluiu.

Juntamente com a Croácia, Islândia e até Espanha, a Irlanda do Norte tem sido um dos principais locais de filmagem de “A Guerra dos Tronos” na última década, com a produção não apenas baseada em Belfast, mas em mais de duas dúzias de sítios, de Dark Hedges, em Ballymoney (Kingsroad, na série), até Ballintoy Harbour (Iron Islands) e Castle Ward, em Strangford Lough.

Depois de o turismo ter subido nestas zonas por causa das experiências já existentes, como os tours de autocarro e os banquetes, o Turismo da Irlanda do Norte já mostrou entusiasmo pelo novo aumento expectável nas visitas à região.

Saiba tudo sobre a contagem decrescente e o que pode esperar da última temporada de “A Guerra dos Tronos” num inicia da NiT. A última temporada estreia em Portugal por volta das duas da manhã de 15 de abril, tanto no canal Syfy como na plataforma de streaming da HBO.