NiTfm live

viagens

Nevou em Las Vegas e no deserto — as fotos são surreais

O fenómeno raríssimo chegou a 60 centímetros em certos locais. A cidade norte-americana de Los Angeles também foi afetada.
Uma de muitas fotos partilhadas nas redes sociais.

Quer já tenha tido a oportunidade de visitar a cidade de Las Vegas, nos Estados Unidos, ou apenas a tenha visto em séries e filmes, uma coisa é certa: associa-a certamente ao deserto do Nevada, a uma espécie de miragem gigante, de luz e brilho, perdida no meio de vastos quilómetros de terra seca. E é exatamente isso que parece ao vivo.

Não é, por isso, nada comum associar a icónica placa de “Welcome to Fabulous Las Vegas (bem-vindo à fabulosa Las Vegas)”, ou a Strip e a Freemont Street a um manto neve. Aliás, historicamente, é raríssimo: as poucas vezes em que neva por aquela região, a quantidade não chega para fazer o efeito de manto.

Mas esta quarta e quinta-feiras, 20 e 21 de fevereiro, foi isso que aconteceu. Nevou durante dois dias, com uma tempestade que terminou na manhã de quinta-feira, levando à cidade a sua primeira queda de neve significativa em mais de uma década. Em algumas áreas afastadas do centro, a neve chegou a vários centímetros. Em zonas como o aeroporto terá nevado, sem parar, durante mais de sete horas.

No centro, com o constante tráfego humano e de carros, os mantos foram menos elevados mas, ainda assim, impressionantes. E houve várias escolas a fechar.

Segundo os media norte-americanos, a última vez que Las Vegas teve neve a sério foi em dezembro do ano passado, mas bem menos do que agora. E, para se encontrar níveis como os desta semana, é preciso recuar mais de dez anos.

Enquanto a Strip, a rua de sete quilómetros com hotéis e casinos, recebeu cerca de 1,3 cm de neve, nos subúrbios ela chegou aos 60 centímetros.

Dezenas de acidentes foram relatados pelas autoridades da Polícia Rodoviária, com a maioria a envolver carros a sair das estradas.

A cidade, situada no meio do deserto de Mojave, geralmente não vê muita chuva, apenas cerca de 93 milímetros em média, num ano inteiro — quanto mais neve.

Em Flagstaff, Arizona, não muito longe dali, o fenómeno atingiu quase níveis recorde.

Tudo isto aconteceu devido à passagem rápida de mais uma tempestade de inverno, que se dirige agora para a costa leste dos Estados Unidos. No fim de semana é esperada mais neve no Arizona, Novo México, Utah e Colorado.

Devido à sua passagem, até mesmo a zona de Los Angeles relatou aguaceiros de neve, que mal deram para deixar imagens dignas de registo, à excepção das montanhas de Malibu.

Carregue na galeria para ver os registos, nas redes sociais, dos raros momentos de neve na costa oeste dos Estados Unidos.