NiTfm live

viagens

Lonely Planet diz onde celebrar o orgulho LGBTI — e Lisboa está incluída

O verão é sinónimo de festas da diversidade e igualdade por esse continente fora. Uma das maiores revistas de viagens do mundo faz um roteiro pelo verão da tolerância, alegria e cor e Portugal é um de vários pontos a não perder.

Arraial Lisboa Pride, foto de Luzia Borges.

Praga, Berlim, Helsinquia, Amesterdão, Londres, Madrid, Paris, Berlim, Budapeste. E Lisboa. Com o verão à porta, multiplicam-se por todo o continente europeu festas, desfiles, eventos ou marchas dedicadas à celebração da igualdade e da diversidade, ao orgulho e visibilidade da comunidade lésbica, gay, bissexual, trans e intersexo,

“É hora de pegar nas lantejoulas, ir às ruas e celebrar”, escreve a famosa revista de viagens “Lonely Planet” na sua edição de maio.

A publicação dedica um artigo às melhores festas de celebração da igualdade, e explica: juntar-se ao convívio na sua cidade natal é sempre especial, mas para quem quiser procurar um toque europeu mais longe, pode conhecer alguns dos épicos eventos do Orgulho, ou Pride, recomendados pelos colaboradores locais da revista.

Tal como o Arraial Pride, em Lisboa. Na sua 22ª edição em 2018, o arraial é o maior evento LGBTI em Portugal e desde 1997 traz visibilidade à população lésbica, gay, bissexual, trans e intersexo, numa celebração de orgulho na igualdade que decorre na principal praça da cidade de Lisboa, o Terreiro do Paço.

O arraial integra-se na programação das Festas de Lisboa, que se realizam no mês de junho, é organizado pela Associação ILGA Portugal em parceria com a Câmara de Lisboa, a EGEAC, a Junta de Freguesia de Santa Maria Maior e a Junta de Freguesia da Misericórdia.

O Arraial Lisboa Pride, que este ano acontece a 23 de junho. Foto de Bruno Ochoa.

“É a maior, a mais participada e a mais colorida festa de Lisboa, tendo contado com mais de 60 000 visitantes na edição de 2017” lê-se no seu site oficial. É uma festa de entrada livre para toda a cidade, com espaços e atividades para miúdos (o arraialito) e famílias.