NiTfm live

Viagens

Beatles: jardins que inspiraram “Strawberry Fields Forever” vão abrir ao público

Ficam em Liverpool, Inglaterra, e eram o local preferido de John Lennon em criança.
Os jardins são grátis.

Estávamos em 1967, na fase psicadélica dos Beatles, quando John Lennon compôs “Strawberry Fields Forever”, que integrou o álbum “Magical Mystery Tour”. “I’m going to Strawberry Fields, nothing is real” (vou para Strawberry Fields, nada é real) ouve-se praticamente no início do tema. Contudo, apesar da letra, este espaço a que Lennon se referia é bem real e fica no jardim do Exército de Salvação de Liverpool (Inglaterra).

Após dezenas de anos em que os fãs apenas podiam espreitar pelos portões, o jardim está agora aberto ao público. Inaugurado no dia 14 de setembro, o espaço conta ainda com um centro de visitas, um café e uma loja. O edifício moderno que hoje se pode visitar, contrasta com a mansão do estilo gótico original de 1878.

Em criança, John Lennon, que vivia muito próximo do local com os tios, encontrava ali o seu lugar seguro, onde subia às árvores e brincava às escondidas no jardim. Nessa altura, a propriedade já pertencia ao Exército da Salvação (Salvation Army) desde 1934 e albergava um orfanato, que fechou em 2005.

Strawberry Field (o plural foi adicionado por Lennon na canção) atraía milhares de fãs dos Beatles que espreitavam pelo portão principal — estima-se que só no ano passado tenham sido 60 mil. As receitas geradas por este novo museu irão para um programa de caridade que ajuda jovens com dificuldades de aprendizagem a encontrar emprego através de formação e experiência profissional.

A exposição interativa do centro de visitas tem um custo de 12,95 libras (14,54€) para adultos e 8 libras (8,98€) para estudantes, séniores e crianças dos 5 aos 16 anos. Os visitantes poderão ficar a conhecer a história do Exército da Salvação e da vida de Lennon, focando-se na sua infância e na gravação do tema, através de imagens de arquivo, multimédia e entrevistas gravadas com Paul McCartney, George Martin e Julia Baird (meia-irmã do artista e presidente deste projeto).

Já o café e os jardins são de entrada livre. E as árvores que o jovem Lennon subia são as mesmas. Os bilhetes para a exposição podem ser comprados no site da atração. De 6 a 8 de novembro, por exemplo, consegue um voo de ida e volta Liboa – Liverpool por 132€.