NiTfm live

Viagens

Elefante exausto cai e morre ao ser forçado a carregar turistas

Tem acontecido com alguma regularidade e voltou a suceder, no Sri Lanka. Kanakota era um elefante adolescente.
Os elefantes do Sri Lanka são um fenómeno turístico.

São uma verdadeira atracão turística e por isso usados sem qualquer cuidado ou respeito, denunciam as associações de proteção da vida animal. Os elefantes utilizados ​​no comércio turístico do Sri Lanka costumam passar a vida inteira acorrentados, sozinhos, obrigados a dar boleias a turistas, dia após dia. E esta semana aconteceu mais uma morte de um animal, por exaustão.

Segundo a associação PETA, mais um elefante em cativeiro entrou em colapso e morreu ao ser forçado a trabalhar em condições inaceitáveis.

Citando relatórios do Sri Lanka, a PETA explica que o animal era apenas um adolescente, com 18 anos. O elefante, de nome Kanakota era forçado a trabalhar longas horas todos os dias, enquanto carregava um assento pesado nas costas, transportando muitos turistas por ruas congestionadas e sob um calor sufocante. 

Segundo a associação, alegadamente, na noite anterior à sua morte, Kanakota foi forçado a trabalhar num desfile exaustivo e no dia seguinte, na sua quarta carga diária de turistas, simplesmente desfaleceu. 

A PETA e a Moving Animals já investigaram safaris de elefantes no Sri Lanka, no mesmo lugar onde Kanakota morreu, onde se revelam verdadeiros abusos e crueldades aos animais, que incluem picadas de gancho quando não obedecem. 

A associação partilhou ainda um vídeo sobre o uso de elfeantes para turismo neste pais.