NiTfm live

Viagens

Estas cascatas de água quente em Itália são um paraíso — e gratuitas

Visite as fontes termais de Saturnia na Toscana assim que puder. Com a chegada de mais turistas vêm aí restrições.
Das mais bonitas no mundo.

É um dos destinos mais preciosos de Itália, numa das suas regiões mais populares. No sul da Toscana fica o Maremma, um território com paisagens incríveis e com uma cascata famosa pela água quente a mais de 37 graus. É também conhecida por formar uma espécie de gigante lagoa azul no final, com usufruto grátis durante o ano todo, e ainda ter propriedades benéficas para a saúde. Este cenário parece saído dos livros ou filmes, mas é real — e fica a poucas horas de avião de Lisboa.

Segundo os jornais italianos, reza a lenda que o deus Saturno lançou um relâmpago na terra, abrindo estas cascatas naturais. Depois, houve duas versões para o final da história. Uma diz que Saturno o fez porque estava em guerra com o deus Júpiter; a outra afirma que ele estava revoltado com as guerras dos homens na Terra.

Seja como for, o raio terá criado estas nascentes ou fontes termais que ganharam o seu nome: Terme di Saturnia. Saturnia é uma pequena localidade no sul da Toscana e é lá que estão algumas das cataratas mais incríveis do mundo: as Cascatas do Moinho — ou Cascate del Mulino, em italiano.

Aqui, a água que desce a encosta é aquecida naturalmente pelo subsolo e atinge uma temperatura constante de 37 graus Celsius. Ela é ainda rica em minerais sulfurosos e é conhecida pelas suas propriedades terapêuticas. 

Depois da descida de água, o resultado são dezenas de poças que formam uma verdadeira lagoa azul de termas sulfúricas, ou piscinas naturais, que se espalham por entre degraus de calcário criados naturalmente no solo. Um verdadeiro spa natural de jacuzzis ao ar livre. E falta a melhor parte: o espaço está aberto ao público durante todo o ano, com entrada gratuita, bem como o estacionamento no local.

Segundo os italianos, as propriedades das águas termais de Saturnia já eram conhecidas pelos etruscos e romanos há mais de dois mil anos, sendo este um local de banhos e spas públicos na época. A água será adequada para problemas de pele, digestão e articulações. 

As águas termais de Saturnia vêm do cume do Monte Amiata e após um longo caminho subterrâneo, durante o qual são enriquecidas com minerais preciosos, chegam à fonte natural.

Apesar de serem incríveis e conhecidas em toda a Itália, durante décadas estas cascatas passaram um pouco despercebidas do turismo em massa — mas, como aconteceu noutras regiões do mundo, isso acabou.

No últimos anos, o turismo no local terá duplicado, provocando as naturais consequências. Segundo um artigo do jornal “The Florentine Net” do final do mês de maio, a autarquia está a pensar introduzir horários de funcionamento restritos e uma bilheteira que deverá entrar em funcionamento em 2020. Marcado como um “gesto simbólico”, é provável que cada bilhete custe cerca de 5€.

A revista adianta ainda que as termas de Saturnia — consideradas por vários meios internacionais como das fontes termais mais bonitas do mundo — são em parte magníficas e populares por serem de acesso livre, pelo que os residentes locais que vivem do turismo temem que a medida se transforme num tiro no pé. Para eles, o problema não está na nova bilheteira, mas sim na introdução de horários e limitação das entradas. 

E é isto.

Por outro lado, quem prefere usar as propriedades terapêuticas da água numa versão de luxo, encontra a poucos metros o resort de cinco estrelas Terme di Saturnia Spa & Golf Resort, com piscinas termais e tratamentos de SPA. Este fica acima de uma cratera de origem vulcânica, pelo que mesmo no interior do resort tem acesso às águas miraculosas. 

É um dos maiores parques termais da Europa, com um Beauty Clinic de 53 cabines com tratamentos de spa e beleza premiados, massagens com orientação médica, um restaurante popular projetado pelo chef Roberto Rossi, um Golf Club e um clube privado. Aqui os preços por noite começam nos 310€ por quarto duplo. 

Se quiser dormir perto das Cascatas do Moinho, tem outras opções: como um incrível agroturismo local, com noites a partir dos 30€ por pessoa.

Para chegar a este local de sonho, só tem de apanhar um voo para Roma (em setembro há viagens de ida e volta a 94€); e depois apanhar um autocarro ou alugar um carro até Maremma, a cerca de 150 quilómetros a norte da capital italiana.