NiTfm live

Viagens

Disneyland Paris vai ter um parque “Frozen” com o castelo da Elsa

O Reino de Arendelle vai nascer nesta Frozen Land. E já há datas de abertura, imagens do projeto e outras curiosidades.
Uma imagem de projeto da Disney.

“Muito mais além”, cantam milhares de miúdos em Portugal, ao acompanhar o tema do segundo filme de “Frozen“, que estreou em 2019. Parece aliás ser esse o objetivo da Disneyland Paris: ir muito mais além. A produção cinematográfica da Disney pode ter sido uma das grandes esquecidas dos Óscares deste ano mas voltou a ter um sucesso incrível nas salas de cinema. A pensar neste fenómeno, o parque de França confirmou que vai criar um espaço temático no seu interior dedicado a este universo. Sendo que já existem (possíveis) datas de abertura, imagens de projeto e curiosidades.

O nascimento de um novo parque dentro do parque — a Frozen Land — foi primeiro anunciado em 2018. Depois de meses de silêncio, na passada semana foram divulgados mais detalhes, por um meio não oficial da Disney — porém conhecido por ter acesso a notícias oficiais.

O que já se sabia era que a expansão da Disneyland Paris, que passará em investimento os dois mil milhões de euros, trará ao parque três novas áreas. Além da zona onde vai poder, certamente, encontrar personagens como Elsa, Anna e Olaf, vão ainda ser criadas áreas dedicadas ao universo “Star Wars” e aos heróis da Marvel.

A abertura das três zonas está prevista para 2023, adiantam vários meios como a “Thrillist” e a “Cosmopolitan” britânica. Quanto aos primeiros detalhes, foram revelados pela própria Disney no final do ano passado. Segundo a empresa, a Frozen Land será “uma terra totalmente imersiva”. Pode contar com um palácio de gelo de Arendelle, a montanha coberta de neve e até um enorme lago gelado em frente. Será uma área com mais de 30 mil metros quadrados, com apresentações de água, luz e som.

A área incluirá ainda — e esta informação chega diretamente da Disney — encontros com personagens, um novo restaurante e uma loja 100% Frozen, claro.

Em relação ao que o tal portal não oficial da Disney, OutsidEars, divulgou: os planos de expansão do parque e da criação da Arendelle estão em pleno andamento, com os projetos básicos da construção do reino a serem partilhados.

O meio fala ainda de atrações aquáticas e de uma estrutura semelhante à que já estará a ser construída na Disney Hong Kong.

Este ano há muita “Frozen” para aproveitar

Felizmente, os fãs da Disney podem ter algo com que se entreter enquanto esperam pelo novo parque. A Disney lançou, a meio do passado mês de janeiro, uma “Frozen Celebration” em Paris, que acontece quatro vezes ao dia. 

Até 3 de maio de 2020, esta celebração inclui um novo espetáculo deambulante com Anna, Elsa, Kristoff, Olaf e Sven — e claro, dançarinos e acrobatas incríveis e um novo carro alegórico a espalhar a magia típica do universo.

A “Frozen Celebration”.

Ainda neste ano, a 17 de novembro, será inaugurada uma outra atração, “Frozen: A Musical Invitation. Aqui, o público será transportado para o Reino de Arendelle e poderá interagir com os personagens numa primeira sala, onde aprende a cantar e a dançar com Anna, Kristoff e Sven; e depois numa segunda sala, mostra os seus dotes vocais nos temas icónicos do filme.

As entradas para um dia na Disneyland Paris começam atualmente nos 51€; os bilhetes para vários dias custam à volta de 120€. Os voos para Paris, de Lisboa, estão a partir de 25€ em março, ida e volta; e a partir de 63€ do Porto.