NiTfm live

Viagens

Barcelona quer reduzir número de cruzeiros que podem atracar no porto

Esta é uma das medidas para reduzir a poluição e melhorar as condições do ar na cidade espanhola.
Excesso de cruzeiros no porto de Barcelona.

O porto de Barcelona, em Espanha, é dos mais afetados no mundo pela poluição do ar produzida por navios de cruzeiro. Um estudo, revelado no início de junho pela Federação Europeia de Transportes e Ambientes, confirmou que os navios são mais poluentes do que os carros e destacou cidades em risco, como a capital da Catalunha. Barcelona é, aliás, o porto com mais navios de cruzeiro da Europa.

Agora, a Presidente da Câmara, Ada Colau, anunciou que pretende resolver este e outros problemas que estão a prejudicar o ambiente local. Controlar a expansão do aeroporto, reduzir o uso de plástico, melhorar a reciclagem, reduzir os limites de velocidade e aumentar as zonas livres de carros, especialmente perto das escolas, são algumas das medidas propostas.

Controlar o número de navios de cruzeiro que podem atracar na cidade é outro dos objetivos claros da autarca. No entanto, Colau não tem autoridade sobre o porto e o aeroporto. O primeiro é gerido pelo governo, enquanto o aeroporto é administrado por uma empresa público-privada.

Em 2018, mais de 2,5 milhões de visitantes desembarcaram na localidade. Além da poluição que este tipo de embarcações provoca, existe a questão do excesso de turismo, que provoca uma superlotação em vários pontos de Barcelona.

Esta semana, a cidade pretende anunciar um estado de emergência climática e revelar os seus planos para aumentar as zonas de baixa emissão e proibir a entrada de veículos mais poluentes no centro.