NiTfm live

Viagens

As montanhas suíças estão a ficar sem neve

Uma investigação científica revela que o culpado será, muito provavelmente, o aquecimento global.

Esta paisagem pode desaparecer.

Criamos coleções de moda sustentáveis, reduzimos (ou tentamos) o consumo de plástico e Leonardo DiCaprio diz-nos como devemos proteger o planeta. No entanto, há zonas cada vez mais afetadas pelo aquecimento global. Depois de a África do Sul ter ficado sem água, a neve nas montanhas da Suíça está a desaparecer. 

A conclusão é de um estudo científico da Universidade de Genebra, onde se pode ler que o número de zonas do país com pouca ou nenhuma neve passou de 36%, no período de 1995 a 2005, para 44%, entre 2005 e 2017. No relatório, os especialistas avançam que o possível culpado será o aquecimento global. 

Para chegar a estes resultados, os investigadores usaram mais de 6500 imagens de satélites norte-americanos que sobrevoaram a Suíça nos últimos 34 anos. Depois, juntaram todas essas imagens e criaram um projeto tridimensional que mostra como a massa de neve do país evoluiu ao longo do tempo. 

Além disso, o estudo refere que as zonas onde as previsões de queda de neve ultrapassam os 80% também estão a desaparecer. Atualmente, as zonas mais afetadas por este problema são os destinos turísticos mais populares da Suíça, como Jura, os Alpes e o Vale de Rhône.