NiTfm live

Viagens

Apesar da pandemia, britânicos aproveitam o sol para ir à praia

Este sábado, 4 de abril, a polícia foi obrigada a intervir em vários locais no Reino Unido.
Foto de Sky News.

Os números de mortes por coronavírus no Reino Unido são assustadores. Segundo os últimos dados divulgados, já morreram 4313 pessoas, entre elas duas crianças de cinco e 14 anos. Devido a este cenário, o ministro do Conselho de Ministros, Michael Gove, tem apelado sucessivamente para que os cidadãos fiquem em casa.

Acontece que neste sábado, 4 de abril, as temperaturas subiram em algumas cidades do país (com as máximas a rondarem os 21 graus), o que fez com que os britânicos fossem até à praia ou ocupassem várias zonas dos parques verdes — violando, assim, o isolamento que lhes é expressamente pedido.

Num praia britânica.

De acordo com a “BBC“, houve “grupos que se encontraram com os amigos à beira-mar, tornando assim o distanciamento social impossível em Brighton e Hove City Council”. O Brockwell Park no sul de Londres, inclusive, teve de ser fechado depois de “mais de 3000 pessoas passarem lá o dia de sábado a apanharem banhos de sol”.

Depois de a polícia de Sussex ter prendido duas pessoas por estarem a fazer um churrasco na praia de Hove, Michael Gove decidiu intervir e, através de uma conferência de imprensa, apelar para que os britânicos fiquem em casa. “Isso não são conselhos, são instruções”, disse.

Em poucas horas, o Twitter encheu-se de fotografias partilhadas por pessoas indignadas com a situação. A polícia local garantiu que ia começar a tomar medidas mais drásticas sempre que encontrasse um grupo de pessoas a passear ou relaxar nas ruas.