NiTfm live

viagens

Airbnb quer que passe o verão em Itália a viver como um local — e sem pagar

É uma experiência única: três meses a aprender italiano, a ajudar no pomar e a beber capuccinos. Tudo por uma boa causa.
Voluntários precisam-se.

Acordar na manhã de um dia quente de julho, numa pacífica e bucólica aldeia rural de Itália. Beber um capuccino, aprender um pouco mais de italiano e passar o resto do dia entre pessoas acolhedoras, natureza, hortas comunitárias e pratos de pizza e massa. Parece quase um sonho intocável, ou impossível de tão caro, mas este verão vai estar ao alcance de qualquer um, e sem qualquer custo.

Numa iniciativa inédita, a plataforma mundial de alojamento local Airbnb juntou-se a uma organização não governamental italiana de pequena dimensão, a Wonder Grottole, para criar um programa de reabilitação de uma pequena localidade, que também se pode tornar numas férias de sonho/licença sabática de qualquer cidadão.

A ideia é chamar a atenção do mundo para Grottole, uma incrível e linda localidade italiana que, à semelhança de muitas aldeias portuguesas, se perdeu um pouco no tempo e no espaço, e tem vindo a ficar sem habitantes. A ONG e Airbnb querem que todos conheçam esta pitoresca vila rural do sul do país e querem a ajuda de voluntários para o fazer.

Estão, por isso, à procura de quatro pessoas que terão a tarefa dificílima de morar durante três meses em Grottole e de serem, durante esse período, cidadãos honorários da localidade e do país. Elas vão ter de aprender a falar italiano, ajudar no cultivo da horta comunitária, ser anfitriões de experiências e de visitantes e aprender a cozinhar pratos italianos deliciosos, preparados com os produtos que vão poder cultivar.

Um estudo recente da plataforma de alojamento mostrou que 54% dos inquiridos estão ansiosos por desacelerar, apreciar a vida e recuperar algum equilíbrio. No fundo, voltar às raízes, à vida mais calma, ao contacto com a natureza, à distância das cidades e trabalhos stressantes, nem que seja por uns tempos.

É aqui que pode ficar.

É precisamente isso que está aqui em causa: uma oportunidade única para escapar ao trabalho quotidiano com um período sabático italiano. E tudo por uma boa causa.

Grottole fica no topo de uma colina na pitoresca localidade de Matera, no sul de Itália e que é a atual Capital Europeia da Cultura. As duas plataformas lembraram-se de aproveitar este facto para tentar salvar a pequena vila que, com apenas 300 habitantes no seu centro histórico e mais de 600 casas vazias, corre o risco de desaparecer,

Ao chamar a atenção para a localidade, a Wonder Grottole persegue o sonho de repovoar o seu centro histórico. “Daqui a dez anos, gostaríamos de ver a vila repleta de pessoas de culturas diferentes perfeitamente integradas na comunidade local”, explica Silvio Donadio, fundador da ONG.

Os voluntários vão estar imersos na vida da comunidade, começando a sua jornada com um mês de formação antes de se tornarem anfitriões da plataforma Airbnb de Casas e Experiências.

Vai viver como um local.

Os finalistas escolhidos vão receber os hóspedes numa bonita divisão do centro comunitário local ou numa Casa tradicional no centro da vila. Em simultâneo, vão também atuar como anfitriões de Experiências de Impacto Social, mostrando aos visitantes técnicas tradicionais como a horticultura, colheita de mel, fabrico de massa e azeite. Todos os produtos destas Experiências vão ser reinvestidos na vila.

Os voluntários vão ter também formação com outros anfitriões experientes na plataforma Airbnb, como Rocco, o apicultor residente que ali vive há mais de 30 anos. “Chegadas a Grottole vindas de uma grande cidade, as pessoas vão encontrar uma vila antiga, repleta de bosques e pastagens. Encorajamos a que deixem tudo para trás e se conectem com o nosso modo de viver. Vão experienciar uma nova dimensão”, explica Rocco.

Vincenzo, o produtor de azeite, acrescenta: “Os visitantes que venham para Grottole vão viver num local tranquilo com um ritmo calmo. Não há trânsito, nem caos ou poluição, há boa comida e acima de tudo pessoas acolhedoras. Os turistas vão trazer uma nova energia à nossa vila e devem estar disponíveis para partilharem as suas histórias connosco. Somos bons ouvintes”.

A Sabática Italiana é patrocinada pela plataforma Airbnb e promovida pela ONG Wonder Grottole como parte de uma parceria mais ampla da plataforma de alojamento com a Fondazione Matera Basilicata 2019. A parceria visa promover a ideia de que os visitantes podem ser cidadãos temporários a interagir com a comunidade local.

Rocco é o apicultor residente.

Os candidatos devem ser maiores de 18 anos, estarem disponíveis para se mudar para Grottole durante três meses, de junho a agosto de 2019, para serem voluntários da ONG Wonder Grottole e apresentar um bom nível de inglês oral. Os candidatos também têm de demonstrar o seu compromisso no contributo para a vida da vila.

Os quatro selecionados não vão receber salário, mas estão incluídas despesas de alimentação e outros custos básicos até um limite de 900€ por mês. As despesas de viagem vão ser asseguradas pela Airbnb, assim como o alojamento (os selecionados vão receber um cupão da plataforma para ficarem numa unidade de alojamento local).

Estas informações estão disponíveis no site Italian Sabbatical, o mesmo onde pode preencher os formulário de candidatura e conhecer melhor as regras de seleção para o projeto.

Grottole fica no sul de Itália.