NiTfm live

viagens

Agência turística britânica entra em falência e deixa milhares sem voos

Thomas Cook tinha foi criada em 1841 e transportava mais de 19 milhões de turistas. O Algarve será uma das regiões afetadas.
O Algarve será uma das regiões afetadas nos próximos anos.

Agência turística britânica Thomas Cook entrou em falência esta segunda-feira, 23 de setembro. Já foram cancelados vários voos para as próximas semanas, mas existem mais de 600 mil pessoas que estão em viagens através de pacotes e podem não ver os voos de regresso assegurados. A empresa transportava mais de 19 milhões de turistas por ano, muitos deles para a região do Algarve que poderá ser afetada nos próximos anos.

Em declarações à TSF, Elidérico Viegas, fundador e vice-presidente da Confederação do Turismo Português, revelou que os prejuízos para a região podem chegar aos milhões de euros. Além dos turistas nos próximos anos, alertou para o não pagamento das dívidas que foram contraídas nos últimos meses.

A Thomas Cook foi criada em 1841 e era uma das agências mais antigas do mundo. A empresa não conseguiu os 1200 milhões de euros que precisa para não declarar falência, o que veio a acontecer esta segunda-feira.

Cerca de 150 mil turistas britânicos vão conseguir regressar a casa através de recurso a voos charter e também de outras companhias aéreas. Alguns com partida a partir de Portugal, como explica o “Euronews”.

Já quem está nos Estados Unidos terá de conseguir um voo pelos próprios meios. Ainda assim, há companhias que estão a fazer descontos especiais a quem provar que tinha ligação programada com a Thomas Cook.