NiTfm live

Viagens

A nova rainha do Instagram é esta ilha artificial totalmente feita de conchas

Chama-se Conch Island, fica nas Ilhas Virgens e é praticamente um acidente. A NiT mostra-lhe as imagens — e diz-lhe como ir.
Uma visão próxima da ilha.

É uma espécie de acaso feliz: quando o homem e a natureza se juntam e o resultado é uma criação nova, aparentemente não prejudicial para o ambiente e que ainda atrai turismo (e embeleza as redes sociais). A Conch Island é uma ilha artificial que fica perto de Anegada, a segunda maior das Ilhas Virgens britânicas e surgiu por acidente: uma montanha de conchas de búzios e caracóis do mar, que iam sendo largadas por pescadores depois de estes retirarem a iguaria do seu anterior. A montanha foi crescendo, criou uma ilha e, recentemente, começou a invasão de turistas — e de fotos no Instagram.

Não é que precise de atravessar meio mundo só para encontrar esta insólita visão — ninguém vai à região propriamente só pelas conchas. Os turistas vão mesmo por Anegada, um incrível paraíso feito de mar transparente, areia clara e recifes de corais, perto de Porto Rico e não muito longe da República Dominicana. Ali moram apenas cerca de 300 pessoas e, apesar do número crescente de visitantes, a natureza mantém-se praticamente intocada.

A ilha é também conhecida por ter flamingos cor de rosa e uma gastronomia ímpar, que inclui delícias à volta de lagostas gigantes e dos caracóis do mar, cujas cascas originaram a ilha — e cujo sabor também se assemelha ao da lagosta. Há ainda praias de sonho como Pomato Point e Lobloly Bay, lagoas naturais, uma pequena linha de restaurantes e bares e outra de pitorescos hotéis.

E depois, num curto passeio de barco, encontra esta visão: a impressionante montanha de conchas, acumulada por pescadores durante séculos, ao ponto de criar uma verdadeira ilha.

O fenómeno foi crescendo lentamente e passou, durante décadas, praticamente despercebido pelo mundo. Mas com o boom do turismo e das viagens mais baratas, cresceram as visitas a Anegada; depois, aumentaram também os tours de barco pela região, alguns dos quais passam invariavelmente pela ilha de conchas. O resto é história do Instagram.

Segundo vários meios internacionais, os pescadores locais mergulham nas águas ao largo da costa de Anegada para apanhar os caracóis do mar, cuja carne é então uma verdadeira iguaria local.

Sabe-se que o acumular de conchas é já secular, porque algumas foram retiradas e analisadas e tinham mais de cem anos.

As conchas poderiam ser aproveitadas para artesanato, mas o processo de recolha deixa-as normalmente partidas ou estragadas, levando ao abandono.

Além do efeito visual, as montanhas de conchas criaram pequenas baías e os visitantes dizem agora que o mergulho e snorkelling ali também são dos mais bonitos e perfeitos que encontra no mundo.

Além de tudo isto, esta ilha de conchas acidental é suficientemente grande para ser visível no Google Earth.

E o melhor fica para o fim: para visitar Anegada precisa de tempo e disponibilidade, mas os voos não são incrivelmente caros.

O ideal é apanhar um avião de Lisboa para Tortola, o principal aeroporto das Ilhas Virgens britânicas, e consegue-o através do Google Flights por 807€, ida e volta, já com as duas escalas necessárias. 

Dali, consegue voos de avioneta diários ou viagens de barco por ferries, que saem de Tortola três vezes por semana.