NiTfm live

Viagens

30 alpinistas conheceram-se online e subiram o Evereste sem sair de casa

A equipa virtual completou 5364 metros em cinco dias, num desafio de alpinismo dentro de casa.
Rory Southworth leva o desafio muito a sério.

Abril é um dos meses mais movimentados no Evereste, no Nepal. Porém, em plena pandemia do novo coronavírus, será a primeira vez em muitos anos que as montanhas estão desertas.

Ainda assim, há quem não desista do sonho de subir um dos trails mais conhecidos do mundo — nem que seja em casa. Foi por isso mesmo que o corredor inglês Rory Southworth criou um desafio virtual e juntou 30 alpinistas caseiros para completar os 5364 metros necessários para chegar ao campo base sul do monte Evereste. Através de escadas, escadotes, ou zonas mais altas nas suas propriedades, foram precisos cinco dias para completar o desafio que terminou no dia 3 de abril.

View this post on Instagram

Day 4 – Back on the naughty step 🏔🇳🇵 . . One day left team #VIRTUALEBC let's get this done 💪 . . . #stayhome #train #everest #everestbasecamp #running #stairs #timetoplayinside #montane #fitness #mountains #climbing #getoutside

A post shared by Jamie Miranda (@jamiemiranda1) on

Southworth tinha já feito desafios semelhantes na primeira semana de quarentena. O feedback positivo que recebeu serviu de motivação para o novo projeto. “Fiz Snowdon no meu último degrau, Ben Nevis nas escadas que dão para o meu jardim, e subi a colina que tenho no fim do relvado 29 vezes para escalar Scafell Pike”, referiu ao jornal “Guardian”.

Normalmente, Rory completa a sua meta diária antes do pequeno-almoço, documentando sempre a jornada na sua conta de Instagram. Esta segunda-feira, 6 de abril, o novo desafio consistiu em subir (sim, em casa) a colina inglesa Loughrigg Fell, com 335 metros de altitude.

Rory Southworth leva os desafios tão a sério que até se veste a rigor. Carregue na galeria para ver as fotografias hilariantes deste alpinista improvisado.