viagens

10 cascatas para visitar no maravilhoso Gerês

Se ainda não pensou em nenhum programa especial para estas férias, siga o roteiro da NiT.

Uma região com imenso por explorar.

Ar puro, biodiversidade, fauna, flora, lagos e cascatas, parques de campismo incríveis e turismos rurais perfeitos, uma paisagem verde que parece saída de revista. Visitar o Gerês em qualquer altura do ano é imperdível, visitar nas férias é magnífico pois tem festivais de música por perto, locais para se refrescar, praias fluviais, atividades como o canyoning ou a canoagem, trilhos e caminhadas para fazer, o campo e a natureza no seu melhor.

O Parque Nacional da Peneda-Gerês, situado entre o Alto Minho e Trás-os-Montes, é a única área protegida portuguesa classificada como Parque Nacional. Fica perto de Arcos de Valdevez, Melgaço e faz fronteira com Espanha, esta Reserva Natural da Biosfera para a UNESCO.

Além da riqueza natural, das quatro serras, das aldeias com toques medievais, dos animais (com sorte até vê um lobo ibérico), tem também rios e ribeiras que em muitos casos, graças aos declives naturais, se transformam em cascatas e depois em pequenas albufeiras.

Marque uma viagem ao Festival Paredes de Coura ou Vilar de Mouros que não ficam longe. Se não adora festivais ou tem miúdos, escolha um de vários parques de campismo espetaculares, como o Ermida ou o Cerdeira e parta à aventura das cascatas do Gerês.

Se puder, evite apenas o mês de agosto, pois em alguns casos corre o risco de as encontrar quase sem água.

E atenção, para chegar a muitas destas cascatas precisa de deixar o carro e de caminhar alguns quilómetros. E além disso, na generalidade tratam-se de locais não vigiados, com rochas, possibilidade de quedas e onde deve ter cuidado nos banhos.

Carregue na galeria para conhecer dez incríveis cascatas do Gerês: