NiTfm live

turismos rurais e hotéis

Tudo o que já sabemos (e as primeiras imagens) do novo Vila Galé Douro

Agroturismo abre em soft opening a 1 de abril, com um mural de sete mil rolhas de cortiça feito por um recordista do Guinness.
Vai ter uma localização incrível.

A cadeia hoteleira Vila Galé tem mantido o seu novo hotel envolto em algum secretismo, mas há uma série de coisas que já sabemos sobre uma unidade que vai certamente revolucionar a zona do Douro Vinhateiro. A primeira: que fica inserida numa região incrível. A segunda: que é um hotel de agroturismo, com produção de vinho. A terceira: que vai chegar de modo marcante, com uma exposição única, feita por um recordista mundial.

O Vila Galé Douro Vineyards abre em soft opening a 1 de abril e o buzz no setor turístico já é enorme. A nova unidade do grupo que já tem mais de 30 hotéis fica na zona de Armamar, na centenária Quinta do Val Moreira, no coração do Douro Vinhateiro.

Com uma forte componente de agro e enoturismo, este hotel estende-se pelos hectares desta quinta que, diz o grupo, já surgia no afamado mapa do Barão de Forrester, traçado no século XIX, que lhe valeu a reputação de cartógrafo.

O espaço é o segundo da marca na região. É uma das suas quatro unidades com abertura prevista para breve e é também o segundo local onde a cadeia vai produzir vinhos: já o faz em Beja, no Alentejo, sob a designação Santa Vitória.

No novo hotel do Douro, a oferta começa, nesta primeira fase, com sete quartos, em tipologias quarto standard, suite, suite master e suite duplex. Todos têm casa de banho privativa, wi-fi, televisão, produtos de higiene, roupões e segurança. Numa segunda fase, a unidade vai aumentar a sua oferta de alojamento, com a construção de mais quartos.

No espaço, que aposta no “charme e exclusividade”, tudo é voltado para a natureza, descanso e silêncio. E para o viver bem: encontra um restaurante, uma adega e piscinas exteriores — incluindo uma piscina infinita para adultos e miúdos.

No restaurante Inevitável pode almoçar ou jantar enquanto aprecia a vista e nas adegas pode provar vinhos do Porto e de mesa da marca Val Moreira, produzidos no local.

Tem ainda várias atividades na região, como passear entre as vinhas, realizar um cruzeiro fluvial, um passeio de comboio, ver as amendoeiras em flor ou visitar as quintas vinícolas locais.

A propriedade fica muito próxima de um dos dois marcos mandados construir pelo Marquês de Pombal em 1757. Classificados como imóveis de interesse público, serviam para demarcar a zona dos vinhos generosos do Douro, na altura na jurisdição da Companhia Geral da Agricultura das Vinhas Douro, nascendo assim a primeira região demarcada de vinhos do mundo. Hoje, os vinhedos em socalcos tornam única a paisagem que rodeia toda esta unidade.

Os preços no Vila Galé Douro Vineyards rondam valores a partir de 160€ por noite e por quarto, nos próximos meses. E para celebrar a abertura, o albanês Saimir Strati, recordista do Guinness, elaborou um mural exclusivo com sete mil rolhas de cortiça para expor no espaço.

Strati conquistou, em 2014, um dos seus recordes com o maior mosaico do mundo, feito com 300 mil rolhas de cortiça, que retrata o Nobel de Literatura português, José Saramago, e ocupa uma parede de 157 metros quadrados. Esta obra está exposta no Centro de Artes e Cultura de Ponte de Sor. Recentemente, fez também um retrato de Madre Teresa de Calcutá a sorrir com 1,5 milhões de agrafos, inspirando-se na crise dos refugiados. 

Carregue na galeria para conhecer melhor a zona onde está a nascer este novo hotel.