NiTfm live

Turismos Rurais e Hotéis

Este cesto artesanal gigante vai ser transformado num hotel de luxo

O edifício era a sede de uma empresa de cestos no Ohio, nos Estados Unidos, e foi comprado num leilão, em 2017.
"Querida, eu encolhi os miúdos"?

Qualquer semelhança com o filme “Querida, eu encolhi os miúdos” é mera coincidência, mas o facto é que ao hospedar-se neste cesto de piquenique gigante vai sentir-se como os filhos do cientista Wayne Szalinski. O edifício da cidade de Newark, no Ohio, Estados Unidos, era a sede de uma fábrica de cestos de madeira, motivo pelo qual foi construído com este formato tão invulgar, e vai ser transformado num hotel de luxo.

A previsão é que em 2020, os viajantes já possam passar uma noite dentro deste enorme cesto de sete andares. Ao todo, serão 150 quartos, uma piscina coberta e um restaurante. Por enquanto, a propriedade já possui um ginásio e um auditório para eventos.

O edifício tem cerca de 55 mil metros quadrados e foi construído a pedido do fundador da The Longaberger Company, Dave Longaberger, para abrigar a sua sede. A obra custou aproximadamente 29 milhões de euros. No entanto, a empresa deixou o edifício em 2016 e encerrou a atividade dois anos depois.

Em dezembro de 2017, Steve Coon e Bobby George adquiriram o imóvel num leilão e pesquisaram qual seria o melhor investimento para a construção. A decisão final foi transformá-la num hotel de luxo, após 18 meses de obras de remodelação.

“Vimos tudo, mas a melhor opção é fazer um hotel. As alças tornam o edifício especial e único. Ele vai ser um cesto para sempre. Este é o seu destino”, disse Jonathan Sandvick, o arquiteto responsável pelo projeto ao site “Newark Avocate“.

O Mayor da cidade de Newark, Jeff Hall, disse à publicação que o uso do edifício vai manter o legado do proprietário da fábrica. “Este prédio merece respeito e um hotel é perfeito porque é aberto ao público. Dave Longaberger ficaria feliz com isso”, disse.

O interior da antiga fábrica de cestos de madeira.