NiTfm live

Turismos Rurais e Hotéis

Escapadinha de última hora leva-o à Aldeia da Pedralva com uma noite grátis

Ainda pode aproveitar o sol e as folgas, se as tem, neste recanto incrível da costa alentejana.
A aldeia é assim.

O Carnaval é festa, desfiles e cor para quem gosta da época; mas pode ser apenas uma oportunidade de descanso para quem dispensa as máscaras e confetti. Na pacata Aldeia da Pedralva, em Vila do Bispo, a data é celebrada com um pacote de estadia de duas noites, que prevê a oferta da terceira.

Mas isto não quer dizer que seja uma experiência anti-Carnaval: pelo contrário, até está incluído um jantar e bailarico de Carnaval. Para aproveitar o sol que se tem feito sentir e o mar perfeito da costa vicentina, está ainda incluída uma aula de surf para duas pessoas.

O programa é válido até 27 de fevereiro, para duas pessoas, e tem preços a partir dos 278€, podendo as reservas ser feitas por email, para reservas@nullaldeiadapedralva.com ou através do número de telefone 282 639 342. 

A aldeia dispõe de 26 casas em atividade turística, com um total de 43 quartos, em unidades T1 a T3, um restaurante típico chamado Sítio da Pedralva com o seu Café Central, várias áreas comuns como a piscina, zona do forno da aldeia ou a estação de lavagem de bicicletas.

Além disso, existe um centro de atividades com 32 bicicletas e mais de 300 quilómetros de trilhos de Mountain Bike, escola de surf, material de caminhada, cursos de mergulho, entre muitas outras atividades de natureza para os casais mais aventureiros.

Há dois anos, a NiT contou-lhe toda a história de como um lisboeta, António Ferreira, se apaixonou por esta aldeia com apenas nove habitantes e 50 casas, 40 delas em ruínas. Foi amor à primeira vista — embora a ideia de abrir um turismo de aldeia só tenha chegado depois.

Tudo começou no final de 2005, quando António Ferreira andava pela região à procura de uma casa de férias. Foi um colega de trabalho, hoje seu sócio, Luís Naiva, que lhe falou na aldeia da Pedralva. O empresário comprou uma casa numa das pontas da aldeia, mas naquele momento ainda não imaginava no que aquilo se iria transformar.

Nove anos depois, a Aldeia da Pedralva tem dois targets: as famílias e os turistas de natureza. Quanto às nacionalidades, portugueses e alemães são quem mais procura a aldeia.