NiTfm live

turismos rurais e hotéis

Até o príncipe Carlos aderiu aos alojamentos — abriu um B&B de luxo e é incrível

Chama-se Granary Lodge e fica no Castelo de Mey, na Escócia. Uma oportunidade perfeita para conhecer o campo e mar escoceses.
Uma experiência única.

Numa altura em que se viaja cada vez mais e os alojamentos locais e hotelaria parecem ter lucro quase certo, até a realeza se está a render ao mercado. No início deste mês, o príncipe Carlos entrou oficialmente no ramo hoteleiro, abrindo a sua própria pousada na Escócia. E para quem sempre idealizou dormir numa casa rural (porém luxuosa) do Reino Unido, nos terrenos de um castelo como se de Elizabeth Bennet se tratasse, é um verdadeiro sonho.

O Bed and Breakfast da realeza chama-se Granary Lodge. A pousada está localizada nos terrenos do incrível Castelo de Mey, um monumento do século XVI, em Caithness, no norte da Escócia.

O alojamento é suficientemente afastado do castelo para ser tranquilo. Ainda assim, está perto o suficiente para se sentir num livro de Jane Austen. E, como se não bastasse, tem uma vista limpa sobre os campos escoceses e até sobre o mar — diz-se que, com bom tempo, é possível ver as Ilhas Orkney e Pentland Firth, o estreito que separa estas selvagens ilhas de Caithness.

A pousada fica na antiga instalação de armazenamento de grãos do castelo, tendo sofrido obviamente uma luxuosa remodelação. Oferece dez quartos distintos, incluindo duas suites de luxo, além de uma aconchegante sala de estar e pequeno-almoço com ingredientes de origem local. O espaço aceita reservas desde 15 de maio e é gerido pela Fundação do Príncipe, sob a supervisão do príncipe Carlos.

Além dos alojamentos, decorados com toques antigos, a estadia inclui então o pequeno-almoço — inglês, claro — e os hóspedes podem aproveitar a enorme sala comum, onde se pode beber um chá ou uma bebida ao final do dia, a ver o pôr do sol nos campos e no mar. No inverno, a sala tem lareira acesa e o imaginário de casa inglesa antiga num ambiente rural fica completo.

Os quartos têm todos motivos florais, com obras de arte representando criaturas do campo e do mar, um toque deliberadamente escocês traduzindo a assumida paixão do príncipe pelo país. Carlos, aliás, passa férias todos os verões no Castelo de Mey, pelo que poderá supervisionar bem de perto a sua pousada — e os hóspedes poderão ter um vislumbre do seu real anfitrião.

A pensar nas famílias, os luminosos quartos têm ainda berço e cadeira alta sob pedido. Os preços começam nos 160€ por noite, por quarto duplo. 

O Castelo de Mey foi construído por George, o quarto conde de Caithness. Começou por chamar-se Barrogill Castle, tornando-se a base dos Condes de Caithness durante um século. Mudou de donos várias vezes antes de ser comprado pela avó do príncipe Carlos, a rainha Elizabeth (a rainha-mãe), em 1952.

Entre 1952 e 1996, a rainha-mãe morava lá pelo menos duas vezes durante cada ano, até que o passou à Fundação. Agora, e mesmo com membros da realeza a frequentarem o espaço, o Castelo de Mey e os seus dois hectares de jardins são uma atração pública aberta de maio a setembro, havendo possibilidade de visitar o local. 

Para chegar a Caithness só tem de apanhar um voo até Inverness — em outubro consegue viagens a 150€ — e depois viajar de carro ou autocarro. Pode pedir mais informações pelo email thegranary@nullcastleofmey.org.uk.

Carregue na galeria para conhecer melhor este incrível novo alojamento na Escócia.