NiTfm live

Turismos Rurais e Hotéis

Airbnb vai despedir 25% dos funcionários em todo o mundo

A gigante plataforma de alojamento local vive uma crise sem precedentes, assume agora.
O setor está em crise.

Cerca de 25% dos funcionários da Airbnb vão ser dispensados, anunciou a gigante plataforma de alojamento local — que foi, há poucos anos, uma das responsáveis por revolucionar o setor das dormidas e do imobiliário em todo o mundo.

Num comunicado à Associated Press citado pela Lusa, o fundador da empresa, Brian Chesky, admitiu esta terça-feira, 5 de maio: “estamos a enfrentar coletivamente a crise mais dolorosa das nossas vidas”.

A empresa sediada em São Francisco, EUA, foi avaliada há apenas alguns meses em 31 mil milhões de dólares, ou seja mais de 28 mil milhões de euros. Com a pandemia do novo coronavírus, o confinamento em casa de milhões de pessoas em todo o mundo e a contração sem precedentes das viagens e turismo, o setor vive uma redução drástica da atividade.

Para fazer face à quebra nas receitas, a empresa vai dispensar 1.900 dos cerca de 7.500 trabalhadores e reduzir todos os investimentos que não estejam diretamente envolvidos no arrendamento de imóveis.