NiTfm live

Turismos Rurais e Hotéis

A melhor passagem de ano? 3 noites na Aldeia da Pedralva (com mais uma grátis)

Porque 2020 será um ano bissexto, também estes pacotes, na incrível e pacata localidade vicentina, vêm com dias extra.
Para entrar em 2020 com o pé direito.

Foi, durante 25 anos, mais uma história de uma aldeia incrível, numa das zonas mais bonitas do País — a costa Vicentina, mesmo à entrada do Algarve—, porém votada ao abandono. Nas últimas décadas, o processo de desertificação atingiu em força a aldeia algarvia da Pedralva, até que um lisboeta decidiu pegar numa zona com nove habitantes e 50 casas — 40 delas em ruínas — e transformá-la num dos spots turísticos mais especiais de Portugal. Inaugurada em 2010, a Aldeia da Pedralva tem 24 casas de campo, um restaurante típico chamado Sítio da Pedralva e um Café Central aberto todo o ano; e é daqueles locais onde a tranquilidade está em cada esquina.

Muitos portugueses conhecem a Pedralva pelas romarias incontornáveis, no verão, às deliciosas pizzas da Pizza Pazza. Há cerca de 15 anos que o italiano Marco Canora inaugurou esta popular pizzaria, mas há muito mais para ver e fazer na zona. Há todo um novo conceito de turismo rural, em forma de aldeia, com casas parecidas, porém individualizadas, e com a paz do Alentejo aprimorada pela proximidade do mar.

Acabada de integrar no portfólio da Amazing Evolution, a Aldeia da Pedralva decidiu receber o ano de 2020 com uma proposta inspirada no ano bissexto que aí vem. 

‘365 + 1’ é a sugestão deste conceito de turismo rural que recuperou a pequena aldeia em Vila do Bispo, no Algarve. O pacote propõe um alojamento mínimo de três noites, com a oferta da noite de 29 de dezembro para que os hospedes que assim o desejem possam usufruir de um fim-de-semana prolongado, ou mini férias, de forma absolutamente descontraída.

O sossego total.

E em honra deste ano que terá mais um dia, tudo nesta campanha é também mais um: a proposta inclui pequeno-almoço até às 11h00 mais uma hora, jantar mais uma ceia, fogo de artificio na última noite do ano, mais a oferta de um copo de champanhe e late check-out até às 12h00 mais uma hora. Está também incluída a oferta de um voucher de desconto para a noite de 29 de fevereiro de 2020, a propósito das celebrações do ano bissexto e deste dia extra que deve ser aproveitado da melhor forma.

Na noite da festa, o jantar de fim de ano incluído no programa é composto por cinco momentos e começa com creme de coentros com ovo de codorniz e pinhões, seguindo-se lombo de bacalhau dourado com batatinha ao sal e grelos. Depois do tira gosto, o jantar prossegue com perna de pato confitada, com puré de castanhas e molho vinho do porto. Para adoçar a refeição, sugere-se o especial Pudim Pedralva.

A aldeia dispõe de 24 casas em atividade turística, com um total de 38 quartos, em unidades T1 a T3, um restaurante típico chamado “Sitio da Pedralva” com o seu Café Central, várias áreas comuns como a piscina, zona do forno da aldeia ou a estação de lavagem de bicicletas.

Além disso, existe um centro de atividades com 32 bicicletas e mais de 300 km de trilhos de Mountain Bike, escola de surf, material de caminhada, cursos de mergulho, entre muitas outras atividades de natureza.

Os pacotes em quarto duplo por esta escapadinha de quatro noites (três, mais uma oferecida) começam nos 370,00€. As reservas podem ser feitas no site, através do +351 282 639 342 ou por reservas@nullaldeiadapedralva.com.

Há dois anos, a NiT contou-lhe toda a história de como um lisboeta, António Ferreira se apaixonou por esta aldeia com apenas nove habitantes e 50 casas, 40 delas em ruínas. Foi amor à primeira vista — embora a ideia de abrir um turismo de aldeia só tenha chegado depois.

Tudo começou no final de 2005, quando António Ferreira andava pela região à procura de uma casa de férias. Foi um colega de trabalho, hoje seu sócio, Luís Naiva, que lhe falou na aldeia da Pedralva. O empresário comprou uma casa numa das pontas da aldeia, mas naquele momento ainda não imaginava no que aquilo se iria transformar.

Nove anos depois, a Aldeia da Pedralva tem dois targets: as famílias e os turistas de natureza. Quanto às nacionalidades, portugueses e alemães são quem mais procura a aldeia.

Carregue na galeria para conhecer melhor a Aldeia da Pedralva.