NiTfm live

Miúdos

Estão a chegar dois ateliers para pais e bebés ao Museu do Oriente

O evento decorre a 7, 14, 17 e 24 de setembro no espaço emblemático da Doca de Alcântara, em Lisboa.
É até aos 36 meses.

A iniciativa tem como objetivo ajudar os bebés a despertar os sentidos através do movimento e de estímulos sensoriais. Em setembro, há dois ateliers no Museu do Oriente, na Doca de Alcântara, em Lisboa, feitos a pensar em pais com filhos até aos 36 meses, numa fase em que começam a descobrir o mundo.

Nos dias 7 e 17 (sábado e terça-feira) arranca “O Sol e a Lua Nunca Se Encontram?”, que introduz as rotinas da noite e do dia a bebés com, no máximo, 12 meses. A luz do sol e o escuro da noite são momentos diferentes do dia a que devem corresponder ações e sensações próprias — o cantar dos passarinhos de manhã, o toque da almofada ao ir dormir e o cheiro do almoço são alguns exemplos. 

O segundo tema chega a 14 e 24 de setembro (quarta-feira e sábado). “Que Cores e Texturas as das Frutas e Legumes?” pretende ajudar bebés entre os 12 e os 36 meses a descobrir os alimentos além do seu sabor. Este atelier introduz, por exemplo, o vermelho da melancia, o tomate em forma de berlinde, a textura de veludo do pêssego e aprender a distinguir um kiwi de uma batata de olhos fechados.

Os ateliers decorrem sempre entre as 11h30 e as 12h15. As inscrições para “O Sol e a Lua Nunca Se Encontram?” estão abertas até 2 e 10 de setembro (para os dias 7 e 17, respetivamente) e, para o “Que Cores e Texturas as das Frutas e Legumes?”, pode inscrever-se até 9 e 17 (para 14 e 24, respetivamente).

O preço é 4€ para bebés e adultos. Cada grupo terá entre 10 e 20 participantes. Já se pode inscrever através de formulários (para o primeiro atelier e para o segundo) na página oficial do Museu do Oriente.