Miúdos

Desafio da água a ferver: 7 coisas que os pais precisam de saber

Há uma nova e perigosa tendência a circular na Internet. Já morreu uma criança de oito anos.

Uma criança perdeu a vida depois de ser desafiada pelos primos a beber água a ferver.

A 10 de setembro, Ki’Ari Pope deveria fazer nove anos. Não os vai fazer porque, infelizmente, foi desafiada pelos primos a beber água a ferver por uma palhinha. O episódio aconteceu em março, e desde então a criança, natural da Flórida, teve várias complicações de saúde.

Depois de uma traqueotomia, um procedimento cirúrgico que consiste numa incisão na traqueia, a criança ficou surda e com grandes problemas no sistema respiratório. A 30 de julho, Ki’Ari Pope ficou com falta de ar e o namorado da mãe chamou o 112. A criança perdeu a consciência e foi levada para o hospital de urgência, onde morreu 40 minutos depois.

Em julho, Wesley Smith e o irmão estavam a brincar ao desafio da água a ferver quando o primeiro ficou com queimaduras de segundo e terceiro grau. Há várias semanas internado na unidade de queimados do Winston Salem, na Carolina do Norte, Smith vai precisar de várias cirurgias para recuperar. Em entrevista à CBS, a mãe das crianças contou que os rapazes estavam sozinhos quando tudo aconteceu.

“Dava tudo para trocar de lugar com ele. Disse-lhe isso tantas vezes.” O padrasto acrescentou: “Quando cheguei ao hospital e vi-o, pensei que o pobre rapaz tinha estado na guerra”, disse Jimmy Daugherty. O casal está agora a tentar chamar a atenção para este desafio.

“Vejam o que é que os vossos filhos andam a fazer na Internet”, pediu Jimmy Daugherty.

A 7 de agosto, uma miúda de 11 anos deu entrada na unidade de queimados do Harlem Hospital Center, em Nova Iorque. Tinha várias queimaduras graves na cara e parte de cima do corpo. Jamoneisha Merritt estava a dormir na casa de uma amiga no Bronx quando foi acordada com água a ferver.

Jamoneisha Merritt estava a dormir na casa de uma amiga no Bronx quando foi acordada com água a ferver

De acordo com a polícia, Merritt tinha sido avisada pela amiga de 12 anos, Aniya Grant Stuart, para não dormir nessa noite, caso contrário iria sofrer as consequências. Dois dias depois, a mãe da suspeita contou ao jornal norte-americano “Daily News” que a filha se tinha tentado matar.

“A minha filha tentou esfaquear-se com uma faca. Foi uma partida — não foi uma boa partida, mas depois dela ter visto o que fez [à amiga] foi mesmo errado, ela tentou matar-se.”

Jamoneisha Merritt continua internada nos cuidados intensivos.

Chama-se Hot Water Challenge (desafio da água a ferver, em português) e é a nova tendência da Internet. Num curto espaço de tempo, três casos tornaram-se públicos, todos com resultados fatais ou devastadores. Os pais das vítimas estão desesperados para alertar as famílias, com receio de novas vítimas.

Têm razão para fazê-lo: para prevenir novos casos destes, claro, mas também para que os pais consciencializem os seus filhos dos perigos deste desafio, presente em vários vídeos no YouTube. Todos os suspeitos dos ataques tinham uma coisa em comum: não faziam a menor ideia do que estavam a fazer, nem tão pouco das consequências dos seus atos. Tinham visto os vídeos, achado engraçado e decidiram experimentar.

A informação aos pais e a consciencialização aos filhos é essencial. Por isso mesmo, a NiT reuniu cinco coisas que todos os adultos devem saber sobre o Hot Water Challenge.

1. Em que é que consiste o desafio Hot Water Challenge

Há duas variações: incitar os amigos a beberem água a ferver por uma palhinha ou atirar-lhes com a água quando eles não estão à espera. Não há uma explicação lógica sobre o objetivo do desafio, mas pelos casos relatados podemos supor que as crianças tentam provar que são “fortes” bebendo tudo até ao fim. No segundo caso, a água atirada de surpresa serve para “castigar” o amigo por, por exemplo, adormecer quando tinham combinado ficar a noite toda acordados.

Quero sugerir uma alteração ao texto ou enviar uma mensagem ao autor deste artigo