NiTfm live

Viagens

Está de volta o melhor emprego do mundo: vender livros numa praia das Maldivas

A vaga chama-se "Barefoot Bookseller", ou vendedor descalço. Pode ser pago para estar num dos sítios mais bonitos do planeta.
É mesmo aqui que vai ficar

“Grande anúncio: estamos a aceitar oficialmente pedidos para o próximo vendedor de livros descalço. Se quer ter a oportunidade de passar seis meses a viver no paraíso, gerindo uma pequena livraria numa ilha nas Maldivas, esta é a sua oportunidade”. Nestas palavras, pode estar a mudança ou a experiência de vida com que sempre sonhou. Qualquer pessoa, de todo o mundo, pode concorrer aquele que é provavelmente o melhor emprego disponível no mercado; e que está de volta, pelo segundo ano consecutivo.

A oferta está a ser feita pela empresa The Ultimate Library, que pelo segundo ano disponibiliza uma vaga para quem esteja disposto a mudar-se para a biblioteca mais remota e luxuosa do mundo. Fica no eco resort Soneva Fushi, nas Maldivas, e o candidato ideal deverá ter disponibilidade para ficar durante, pelo menos, seis meses na ilha de Medhufaru já a partir de outubro.

O anúncio, disponível no site da The Ultimate Library, não revela qual o ordenado que o vendedor poderá receber, mas o alojamento perto do resort está incluído, bem como a oferta ilimitada de livros. Durante a experiência, só tem de contar como é vender livros numa praia paradisíaca num blogue.

Segundo se explica na oferta, a Ultimate Library, em parceria com a Soneva Fushi, o tal resort de luxo de cinco estrelas no Baa Atoll, abriu a primeira livraria pop-up nas Maldivas em dezembro do ano passado, já com um”livreiro descalço” recrutado da internet. Depois de “uma primeira temporada incrivelmente bem sucedida”, a loja vai abrir portas novamente em meados de outubro.

O regresso da Livraria Pop-Up cria a vaga de sonho: a venda de livros num dos lugares mais bonitos e secretos do mundo. A empresa explica que acredita verdadeiramente que as férias são praticamente a “única oportunidade que temos para ler por prazer”, nos dias que correm. E mais: que encontrar o livro perfeito, que torna o seu destino melhor e abre a sua mente, pode ser um desafio. 

Daí a importância dos Livreiros Descalços: proporcionarem aos visitantes experiências literárias inesquecíveis, desde oficinas de escritores a consultas pessoais de leitura e claro, venda dos livros perfeitos. O sortudo seleccionado terá um mês de treino antes de voar para as Maldivas para se juntar à equipa da Soneva para o emprego de seis meses, em meados de outubro. 

A empresa diz ter uma visão de um “candidato ideal”: um trabalhador de equipa, com paixão por livros e a capacidade de se envolver com convidados de todas as idades. Tem de ter excelentes habilidades de inglês, escrito e verbal, e apetência e experiência em criar blogues e vlogues, para relatar toda a aventura. 

Deve ser criativo, inspirador e capaz de transmitir o gosto pela leitura, e deve estar preparado para conhecer milionários e celebridades que são presença assídua no eco resort paradisíaco.

Para apresentar a candidatura, basta enviar o seu currículo e uma carta de apresentação para o email barefoot@nullultimatelibrary.co.uk até ao próximo dia 1 de setembro. Deverá mandar CV em inglês, bem como carta de apresentação.

Pode ler os termos e condições online. A empresa explica ainda que, nas duas primeiras vagas, a busca por um livreiro descalço “despertou a imaginação do mundo e provou que, em tempos incertos, o sonho de uma casa entre livros, mar e areia” é universalmente atraente. 

Depois de receber milhares de inscrições de todos os cantos do mundo, “escolhemos candidatos sortudos para deixar suas vidas para trás por três meses e ajudar a administrar a nossa livraria” na ilha deserta. “O nosso primeiro livreiro descalço, Hugo Wilson, começou a jornada em outubro e passou o bastão para Aimee Johnson em janeiro, que fechou a loja uma última vez para a temporada em 28 de maio”.

Agora, qualquer pessoa pode ser o próximo livreiro descalço. 

View this post on Instagram

"Last night, eating and reading combined admirably in the Barefoot Bookshop, a designated stop on Soneva Fushi’s famous ‘Food Journey’ trail, which essentially turned the island into a luxury tasting menu. Lucky epicureans hopped from one gourmet stall to the next, guided by glowing jellyfish lights floating in the bushes, and the drifting smells from busy frying pans. Our station served sustainable foie gras (far from which I was reared) and sauternes wine (even further). I am unashamed to admit that, in advance of the evening, I watched a YouTube tutorial on how to correctly pronounce ‘sauternes’ for fear of committing a Grave (this is a pun, it’s where the wine is from! Thank you, thank you) mistake. A faux pas (foie gras?), if you will. . . My taste buds were intimidated and so instead, I spoke to guests about the things I actually know a little about. Books. Reading. The pleasure of a #NoraEphron character roasting almonds, the sheer joy in @dollyalderton making ice cream. And, because I apparently can’t help myself, @thepepperpotcafe Pear and Bacon sandwich." 🍷 . . Blog number 5 is up and running! Link in bio. . . 📸Shout out to @ilincastoica for lending me picture number 3. I may have drank mine too quickly to take a picture 😉 . . #barefootbookshop #bookstagram #instabook #igreads #bibliophile #bookish #booklover #fiction #shortstories #maldives #maldivesinsider #sonevafushi #discoversoneva #travel #itravel #bookworm #currentlyreading #travelgram @discoversoneva #amreading #fiction #books #dollyalderton #noraephron #heartburn #everythingiknowaboutlove #foiegras #foodwriting #foodie #foodstagram

A post shared by The Barefoot Bookseller (@barefootbookseller) on