NiTfm live

na cidade

Viseu, a cidade “obscura” que quer ser famosa, diz o “The Telegraph”

O número de turistas duplicou para mais de 250 mil por ano e o jornal britânico explica porquê.
Cidade começa a ser descoberta pelo mundo.

“A pequena cidade portuguesa de Viseu tem tudo o que se quer num destino turístico: pessoas amigáveis, ruas limpas, pores-do-sol nas montanhas, vestígios romanos, uma incrível catedral e mais parques do que pode imaginar”.

Começa assim o artigo que o jornal britânico “The Telegraph” dedica, esta semana, à cidade da Beira Alta. A todos estes incríveis argumentos, a única coisa que ali falta são turistas para apreciar tantas vantagens, acrescenta este meio. Obscura, ou “obscure” no inglês, é aqui usado pelo jornalista como desconhecida.

Pelo menos até agora, já que nos últimos anos, nomeadamente desde 2013, o número de visitantes, ou de pernoitas, duplicou para mais de 250 mil por ano.

E os segredos para isto acontecer, adianta o “The Telegraph”, são, além das suas riquezas naturais, históricas e gastronómicas, sobretudo dois: Artes e Cultura.

Há cinco anos, Viseu elegeu um novo autarca que tinha um plano para o futuro da cidade, apostando nestas vertentes e, por isso, “Viseu está agora no mapa enquanto destino cultural”.

“Os visitantes portugueses estão a redescobrir a cidade novamente e os estrangeiros estão a descobrir-nos pela primeira vez” conclui o artigo, indicando que Viseu pode ensinar o caminho a outros destinos menos conhecidos mas com muito potencial turístico. 

Por cá, recentemente Viseu foi eleita a melhor cidade de Portugal para ser feliz.